BUSCAR
BUSCAR
Investigação
Operação Dama de Espadas é repassada do STF para o Tribunal de Justiça do RN
Processo foi deflagrado pelo MPE e serve para apurar desvios estimados em R$ 5,5 milhões na Assembleia Legislativa do RN, ocorridos entre 2006 e 2011
Redação
26/10/2016 | 11:03

O Supremo Tribunal Federal (STF), através do ministro Edson Fachin, remeteu de volta ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte o processo da Operação Dama de Espadas. O processo deflagrado pelo Ministério Público do RN investiga desvios estimados em R$ 5,5 milhões na Assembleia Legislativa do RN, ocorridos entre os anos de 2006 e 2011.

Na época, à Casa era presidida pelo atual governador do Estado, Robinson Faria, e tinha como Procuradora-Geral Rita das Mercês Reinaldo, acusada pelo Ministério Público de ser mentora do esquema. O processo foi encaminhado pelo Tribunal de Justiça ao Procurador-Geral, que fará aditivos à denúncia.

Como supostamente envolve pessoas que possuem foro privilegiado, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte ainda vai definir quais partes do processo poderão ser julgados pela Corte local. O recolhimento de documentos realizados pela Polícia no prédio da Assembleia comprovaram o esquema de corrupção existente na Casa.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.