BUSCAR
BUSCAR
Fatalidade
Urbana vai investigar as causas da morte de catador lixo em aterro de Natal
Eliabe Gonçalves da Silva, de 19 anos, morreu na última terça-feira, 9, na área de tratamento de resíduos domiciliares; ocorrência também será apurada pela 11ª Delegacia de Polícia do Pitimbu
Redação
11/04/2019 | 11:13

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) vai abrir processo administrativo para investigar a morte de Eliabe Gonçalves da Silva, de 19 anos, que morreu soterrado por lixo na terça- -feira, 9, na estação de transbordo de Cidade Nova, na zona Oeste da capital.

Segundo a companhia de limpeza, o jovem morto não tinha autorização para trabalhar no local. O órgão informa que o Eliabe “fazia catação clandestina na estação de transbordo”.

Além disso, a Urbana vai reforçar as ações para impedir novas invasões no local. A ideia é integrar os catadores de lixo às cooperativas financiadas por esta Companhia.

“Para a solução definitiva do problema, há processos para a construção de um muro no entorno e segurança privada permanente para impedir o acesso de estranhos ao local”, informa. O caso será investigado pela 11ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro de Pitimbú, na zona Sul de Natal.

O acidente que levou a morte do jovem Eliabe Gonçalves da Silva aconteceu por volta das 11h da terça-feira. Ele caiu em uma das barreiras de despejo de resíduos, logo após ser atingido por uma máquina, e foi soterrado por uma camada de lixo doméstico.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.