BUSCAR
BUSCAR
Desenvolvimento
São Gonçalo do Amarante é ponto fora da curva da crise imobiliária
Somando com outros cinco mil lotes lançados ali no ano passado, a conta de projetos no município já bate o recorde de 22 mil unidades habitacionais para serem entregues nos próximos oito anos
Marcelo Hollanda
19/02/2019 | 12:16

O secretário de Desenvolvimento Econômico. Jaime Calado, quer apressar a abertura das câmaras setoriais, começando pela indústria, ainda antes do carnaval, que este ano começa no dia 1º de março.

Mas, a grande novidade em matéria de entrada de investimentos privados, neste momento, tem tudo a ver com São Gonçalo do Amarante, onde Calado foi prefeito por duas vezes, em 2008 e 2012.

Segundo o empresário Fernando Fernandes, que deixou oficialmente nesta terça-feira, 19, a pasta de desenvolvimento econômico e turismo de São Gonçalo para assumir a secretária de Turismo de Natal, além do projeto da Coteminas no município, existem 13 novas licenças englobando 17 mil novos lotes para projetos do Minha Casa, Minha Vida com entregas para os próximos dois, quatro, seis e oito anos.

Somando com outros cinco mil lotes lançados no ano passado, a conta de projetos ali já bate um recorde de 22 mil lotes para estarem concluídos, em partes, nos próximos oito anos, o que transformaria o município da região metropolitana, que hospeda um dos grandes aeroportos internacionais do País, num ponto fora da curva da crise imobiliária.

“Nada, nada, se considerarmos R$ 120 mil por unidade habitacional, estamos falando aqui de um VGV (Valor Geral de Vendas) só nestes lotes de R$ 2,6 bilhões”, lembrou Fernandes.

Isso, lembrou ele, sem somar os investimentos do grupo Coteminas na área imobiliária, com mais de 2.000 unidades habitacionais e a construção de um outlet previsto para este ano e que investirá R$ 50 milhões até o fim do projeto.

Os observadores desse começo de mandato da governadora Fátima Bezerra dizem que Jaime Calado quer iniciar, quanto antes, uma narrativa mais otimista, que contraste com as más notícias emanadas pela profunda crise fiscal do estado. Nada melhor do que São Gonçalo do Amarante, onde ele tem a sua base política, para começar essa história.

A narrativa de Calado terá seu ponto alto em setembro, quando a Federação da Indústria do RN promoverá pela primeira vez em Natal o Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Federação das Indústrias Alemãs (BDI) com a finalidade de estreitar relações comerciais entre os dois países.

Na ocasião, São Gonçalo deverá ser exposta como um exemplo de desenvolvimento no RN, muito por conta do aeroporto internacional, com reflexos para toda a Zona Norte de Natal, a região que mais cresce no município.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.