BUSCAR
BUSCAR
Coronavírus
“Queremos evitar o colapso”, diz secretário de saúde do RN sobre leitos de UTI durante pandemia
Número de internações, que representa 5,73% dos leitos de UTI na rede pública, já preocupa o secretário-adjunto, Petrônio Spinelli
Agência Brasil
14/04/2020 | 15:53

No Rio Grande do Norte, 16 dos 279 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estão ocupados com pacientes que apresentam sintomas característicos da Covid-19, mas apenas um caso é confirmado.

Já no serviço de saúde privada, 13 pacientes infectados com o novo coronavírus estão internados em UTI’s e três em Unidade Semi-Intensiva.

O número de internações, que representa 5,73% dos leitos de UTI na rede pública, já preocupa o secretário-adjunto de Saúde Pública do estado, Petrônio Spinelli. “Ainda não estamos no colapso, mas nosso objetivo é justamente evitar o colapso. Estamos trabalhando para ampliar os leitos onde a pandemia vem crescendo a fim de atender os pacientes críticos”, comenta.

O boletim epidemiológico releva, ainda, que nove casos suspeitos estão em UTI’s e um em UTI Semi-Intensiva privadas. No SUS tem dois pacientes confirmados e oito suspeitos em UTI Semi-Intensiva.

Spinelli reconhece que não há subnotificações dos casos e, por isso, “podemos e devemos tratar os casos suspeitos, que vêm crescendo, como Covi-19. Estamos correndo para fazer os exames desses pacientes que precisam ser investigados”.

Para auxiliar no enfrentamento da pandemia, garantindo os insumos e atendimentos aos pacientes que precisam, a Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) implantou um plano de contingência em quatro regiões do estado: Metropolitana, Oeste, Caicó e Pau dos Ferros.

O secretário-adjunto ressaltou, mais uma vez, a importância do isolamento social, principalmente em municípios que ainda não tem casos confirmados. “Como há subnotificação, não podemos afirmar que uma localidade não tem o vírus. Se houver um relaxamento na região A, por exemplo, haverá um alto contágio”, pontua.

O distanciamento social, segundo ele, evita sobrecarregar o SUS, que é “a principal porta de entrada à saúde para pessoas nos interiores”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.