BUSCAR
BUSCAR
Energia
Queda de 8 torres de transmissão no RN causou “semiapagão” em 3 estados, diz ONS
Operador Nacional do Sistema Elétrico disse que o incidente provocou a rejeição de carga nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, devido às fortes oscilações de tensão
Redação
22/01/2020 | 12:10

A queda de 8 torres de transmissão no município potiguar de João Câmara, na região do Mato Grande potiguar, causou a interrupção do fornecimento de energia entre a noite da terça-feira (21) e madrugada desta quarta-feira (22), segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O problema no sistema elétrico afetou diversas cidade do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, que é responsável por coordenar as operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica em todo o Brasil, as 8 torres destruídas fazem parte da linha de transmissão 500 kilowatt (kV) Açu III, da Subestação João Câmara III, na cidade de João Câmara, a 74 quilômetros de Natal.

A queda das torres, explica o ONS, provocou a interrupção de 15 megawatts (MW) em Natal e 15 MW na cidade do Recife (PE). O problema foi registrado às 23h57 da terça-feira (21).

Em nota oficial, o órgão afirma que todas as cargas já foram recompostas.
Ainda de acordo com o ONS, o incidente provocou ainda a rejeição natural de 700 MW de carga nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, devido às fortes oscilações de tensão.

O NOS diz, ainda, que a linha de transmissão Açu III continua indisponível. As causas da queda das torres estão sendo investigadas.

Nota da ONS

A queda de oito torres da linha de transmissão 500 kV Açu III – João Câmara III, no Rio Grande do Norte, provocou a interrupção de 15 MW na cidade de Natal (RN) e de 15 MW na cidade de Recife (PE) às 23h57 da última terça-feira, 21 de janeiro. No momento, todas as cargas já foram recompostas. O incidente provocou ainda a rejeição natural de 700 MW de carga nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, devido às fortes oscilações de tensão. A linha de transmissão Açu III – João Câmara III continua indisponível. As causas da queda das torres estão sendo investigadas”.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.