BUSCAR
BUSCAR
Redução
Ônibus circulam com 70% da frota em mais um dia de protestos dos caminhoneiros
Com frota reduzida, ônibus operam na cidade e a população já sente o impacto do número menor de veículos disponíveis, com paradas e ônibus lotados na manhã desta sexta, 25
Redação
25/05/2018 | 08:53

Após receber autorização da Prefeitura de Natal para reduzir as frotas de ônibus, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Seturn) decidiu manter 70% da frota dos transportes coletivos nas ruas da cidade. A população já sentia, no início da manhã desta sexta-feira, 25, o impacto do número menor de veículos disponíveis, com paradas e ônibus lotados.

A vendedora Elizângela Melo, de 27 anos, conta que saiu de casa cerca de uma hora antes do habitual e, mesmo com seu planejamento prévio, não conseguiu evitar seu atraso no trabalho. “Eu entendo e apoio a causa dos protestos, mas estou aqui há mais de meia hora esperando o transporte, que provavelmente virá lotado. A população se prejudica, mas acredito que é preciso, pela causa”, diz.

Caminhoneiros realizam protestos em todo o país desde segunda-feira, 21, bloqueando as estradas e rodovias federais. Com este bloqueio, não está sendo possível repor os estoques de diesel das empresas de ônibus, que pediram a autorização de redução da frota como forma de evitar o caos no sistema operacional.

Decisão foi tomada durante uma reunião na manhã desta quinta-feira, 24, que uniu a secretária de Mobilidade Urbana (STTU), Elequicina Santos, com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN (SindiPostos), Antônio Cardoso, para tratar sobre o risco de desabastecimento dos postos de combustíveis e, por consequência, os transportes urbanos.

De acordo com Cardoso, o risco de desabastecimento é real. “O risco é iminente, tanto para o transporte público, quanto o de carga e o aéreo”, informou. Tendo em vista a problemática, a STTU autorizou a redução da frota para evitar o colapso total do sistema de transportes em virtude da falta de combustível.

“É uma medida difícil, mas necessária para garantir que o usuário de Natal continue tendo os ônibus circulando na cidade”, ressalta a secretária de Mobilidade, Elequicina Santos. Ainda segundo a STTU, irá vigorar, a princípio, até a normalização do abastecimento de combustível nas garagens das empresas de ônibus.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.