BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Notas e informes: Menor poder para Moro
Redação
24/01/2020 | 00:30

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta (23) que estuda recriar o Ministério da Segurança Pública, mas não deu detalhes sobre como se daria uma eventual fragmentação da atual pasta do ministro Sérgio Moro, que ficaria com o comando apenas da “Justiça”.

Ele estaria sendo pressionado por secretários estaduais de segurança pública. Caso o presidente repita o mesmo modelo de ministério da Segurança Pública do seu antecessor Michel Temer, Moro perderia o comando da Polícia Federal, do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os três órgãos mais importantes da sua pasta.

Pró-Transporte

A governadora Fátima Bezerra estabeleceu como meta concluir dentro da sua gestão duas das três etapas que faltam do Pró-Transporte. Este ano, o projeto completa 15 anos, sem conclusão.

Substituição no governo

Por razões de saúde, a promotora de Justiça aposentada Arméli Brennand deixará o comando da Secretaria de Mulheres, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos. No lugar, assume a ex-vice-prefeita de Natal Eveline Guerra.

Tava sumido

Quem visitou Natal nesta quinta-feira (23) foi o ex-senador Lindbergh Farias, do PT do Rio de Janeiro. A passagem rendeu uma foto com a governadora Fátima Bezerra.

Imposto do pecado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem que pediu à sua equipe estudos para a criação de um “imposto do pecado”. Ele mencionou cigarros, bebidas alcoólicas e produtos com adição de açúcar como alvos potenciais de um novo tributo.

Reformas

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, o potiguar Rogério Marinho, profere palestra na próxima quarta-feira (29) em Natal. A convite de quatro federações, o secretário falará sobre “as reformas que estão mudando o Brasil”.

Hotel misterioso

O Governo do Estado anunciou ontem que liberou licenças ambientais para a construção de um hotel cinco estrelas em Tibau do Sul, próximo a Pipa. Serão 94 casas – cada uma com 220 metros quadrados de área e seis leitos – e 60 bangalôs de alto padrão, além de hotel. O nome do empreendimento e outros detalhes, contudo, ainda estão em sigilo.

Arrecadação

A arrecadação de impostos federais em 2019 totalizou R$ 1,537 trilhão, um crescimento real de 1,69% em comparação ao ano anterior.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.