BUSCAR
BUSCAR
Fechou o tempo
Natal tem chuva de quase 100 mm em 24 horas, e trânsito na BR-101 dá “nó”
Até o fechamento desta edição, segundo o Cptec, havia chovido 96,6 mm em Natal em apenas 24 horas. Previsão é de mais chuvas nos próximos dias e meses
Redação
20/02/2020 | 04:00

As chuvas que caíram sobre Natal nesta quarta-feira (19) criaram diversos pontos de alagamento pela cidade e trouxeram transtornos para a população.

Um dos locais mais críticos foram as imediações da Arena das Dunas, em Lagoa Nova, na Zona Sul. Uma espécie de “rio” se formou na marginal da BR-101, no sentido Centro, em frente ao estádio.

Por causa do alagamento, uma forte retenção se formou no local. Por causa do congestionamento, durante a tarde, motoristas tinham de esperar mais de 1 hora para se deslocar pela rodovia da região da Arena até o viaduto que dá acesso a Ponta Negra.

Subida de viaduto na BR-101 para acesso à Prudente ficou inundado. Foto: José Aldenir/Agora RN

O entorno do Camelódromo do Alecrim, na Zona Leste, também ficou alagado. No local, se formaram poças de água com cerca de 30 centímetros de altura e a enchente prejudicou o funcionamento de estabelecimentos comerciais.

Na Zona Norte de Natal, leitores informam que a Rua Norte Brasil, no bairro Pajuçara, também tinha um ponto de alagamento que dificultava o acesso.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) listou pelo menos outros cinco pontos de alagamento pela cidade.

Quatro deles eram transitáveis: Avenida Bernardo Vieira, em frente à Semtas; Avenida Senador Salgado Filho, na altura do Hotel Maine; Via Costeira; e Avenida Prudente de Morais, perto do Corpo de Bombeiros. Além disso, um trecho da Avenida Engenheiro Roberto Freire, em frente à Universidade Potiguar (UnP), ficou intransitável por causa do alagamento.

Até o fechamento desta edição, havia chovido 96,6 mm em Natal em apenas 24 horas. Só no intervalo entre 16h e 17h, choveu quase a metade de tudo isso: 41,2 mm. As informações são do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Científicos (Cptec).

Debaixo d’água

O guarda-chuva será um útil adereço para o folião que for aproveitar o Carnaval 2020 no Rio Grande do Norte, já que a previsão é de pancadas de chuvas em todo o Estado até terça-feira (25), segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

De acordo com o chefe de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, o litoral vai registrar o maior índice pluviométrico, principalmente nos horários da manhã e da noite. Nas demais regiões do Rio Grande do Norte, como Seridó e Oeste, o alto volume de chuvas deve ser pela tarde.

Gilmar explica que, a partir do sábado, o volume de chuvas deve reduzir de forma gradativa. O céu deve ficar parcialmente nublado e com algumas neblinas. “Segunda e terça, deve aliviar um pouco. Se chover, será menos que nos dias anteriores”, ressalta.

Mais chuvas

A Emparn também prevê chuvas acima da média histórica para o trimestre de março, abril e maio de 2020. De acordo com o meteorologista Gilmar Bistrot, os padrões climáticos indicam a ocorrência de chuvas em todas as regiões do RN.

A maior concentração de chuvas deve ser na região Leste, onde fica Natal, com expectativa de 533 milímetros para o período. Além disso, são aguardados 479 milímetros para o Oeste, 376 mm para a região Central e 342 mm para a região Agreste. Em todo o ano de 2019, para se ter uma ideia, a média de chuvas no Estado foi de 840 milímetros.

Segundo Bristot, o aquecimento no Atlântico Sul e a temperatura baixa no Pacífico favorecem ocorrência de chuvas no Nordeste brasileiro nos próximos três meses.

A conclusão apresentada pela Emparn resulta das análises de meteorologistas dos principais centros de previsão climática da região Nordeste, que promoveram em Parnamirim, nesta terça-feira (18), a 3ª Reunião de Análise Climática para o Semiárido Nordestino – Etapa Rio Grande do Norte.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.