BUSCAR
BUSCAR
Intrigante
Mistério: “Cheiro de queimado” intriga moradores de Natal e região Metropolitana
Corpo de Bombeiros do RN não registrou nenhuma ocorrência de incêndio entre a noite da quinta (4) e a madrugada desta sexta-feira (5)
Junior Lins / Agora RN
05/06/2020 | 09:53

O advogado Ricardo Revoredo e o estudante José Filho sentiram o mesmo “cheiro esquisito” entre a noite da quinta (4) e a madrugada desta sexta-feira (5). A questão é que Ricardo mora no bairro de Emaús, em Parnamirim, e José mora no conjunto Amarante, no município de São Gonçalo. A distância entre a residência dos dois é de aproximadamente 23 km.

O cheiro era semelhante ao de algo que queimava e intrigou diversos moradores de Natal e da região Metropolitana, que se manifestaram pelas redes sociais para comentar o caso, assustados com o que poderia ter causado.

Pelo fato de parecer algo que pegava fogo, várias pessoas logo ligaram ao período junino. Segundo Ricardo Revoredo, ele e sua esposa começaram a sentir de 21h, mas pensaram que era alguma fogueira.

“Começamos a sentir aqui em casa de umas 21h, logo pensei que era alguma fogueira. Mas aí lembrei do decreto aqui que proíbe e fiquei sem entender”, contou.

O prefeito de Parnamirim decretou na quinta-feira a proibição da queima de fogueiras no município durante o período junino, devido aos cuidados para não agravar casos de problemas respiratórios na época de pandemia.

Já José Filho, associou a um terreno próximo a sua casa, mas não conseguiu encontrar o fogo e logo notou pelos grupos de WhatsApp que não era apenas próximo a sua casa. Em uma de suas redes sociais, o jovem até questionou como o cheiro poderia ter tomado tamanha proporção.

Em contato com o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte, o Agora RN apurou que não houve nenhum registro de incêndio durante o período que o cheiro se propagou. Até o momento, o caso ainda é um mistério.

No Twitter, diversas pessoas de lugares diferentes da capital e da Grande Natal se manifestaram com a mesma sensação de sentir o cheiro. Boa parte associou à fogueiras, mas depois de ver a proporção, ficaram intrigados com o que poderia ter acontecido.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.