BUSCAR
BUSCAR
Zona Azul
Licitação para estacionamento nas ruas de Natal é suspensa
Secretaria Municipal de Administração vai fazer adequações no termo de referência do edital
Redação
29/01/2020 | 02:00

A Secretaria Municipal de Administração (Semad) suspendeu nesta terça-feira (28) o processo de licitação para o controle de estacionamento pago nas vias públicas de Natal. O modelo que será adotado na cidade, batizado de Zona Azul, prevê a abertura de mais de 2 mil vagas rotativas para veículos em bairros comerciais.

O processo licitatório foi suspenso em virtude de adequações a serem feitas termo de referência do edital. O Agora RN tentou ouvir representantes da Semad, mas os telefonemas não foram atendidos até o fechamento desta reportagem.

“Foram solicitadas explicações sobre o certame. Os ajustes serão feitos para que se republique o edital licitação”, detalhou Walter Pedro, secretário-adjunto de Mobilidade Urbana de Natal. No entanto, ele não soube detalhar quais mudanças serão feitas no edital.

A concessão para estacionamento nas ruas de capital potiguar é discutida desde fevereiro do ano passado. As áreas disponíveis para a guarda temporária de carros e motos serão dispostas em cinco bairros – Alecrim, Cidade Alta, Tirol, Petrópolis e Ribeira. O sistema Zona Azul, no entanto, já foi adotado na capital, funcionando entre as décadas de 1990 e 2000.

O atual certame contempla ainda a manutenção e gerenciamento de um sistema para venda e administração de créditos – por meio de um software – para o controle das vagas rotativas de estacionamento. Além disso, delimita também o fornecimento, instalação e manutenção de sinalização vertical e horizontal dos espaços.

Em fevereiro do ano passado, um estudo da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) apontou para a cobrança de R$ 0,03 por minuto usado; R$ 0,33 centavos a cada 10 minutos e assim por diante até alcançar o valor de R$ 4,00 por duas horas, tempo limite permitido para a utilização da vaga.

A previsão é que para 50 vagas haja um ponto credenciado de venda de créditos em qualquer ponto comercial, seja um mercadinho, loja de roupa ou quitanda. Adesivos bem visíveis do lado externos das lojas identificarão esses pontos.

A entidade detalhou, ainda, que os usuários poderão comprar créditos de até duas horas, podendo pagar fracionadamente a cada 30 minutos a serem utilizados. Se a operação for via aplicativo, ele poderá fazer crédito de qualquer valor a ser debitado de acordo com o uso.

Caso seja implantado, o sistema funcionará todos os dias, das 8 às 18 horas, e aos sábados das 8 às 13 horas inicialmente nas Avenidas 1 parte e 2, no Alecrim; Campos Sales, Rodrigues Alves, paralelas de Petrópolis; Duque de Caxias, na Ribeira e Deodoro da Fonseca, no centro, também estão na mira do projeto.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.