BUSCAR
BUSCAR
Revitalização
“Investir no roteiro histórico de Natal é minha obsessão”, diz secretário de Turismo
Centro de Natal e o bairro da Ribeira são dois pontos que contam ricos detalhes da história da cidade em seus prédios e ruas; pano de fundo antigo e os mistérios do passado são sempre atrativos para cidadãos locais e turistas
Redação
20/02/2019 | 09:01

O Centro de Natal e o bairro da Ribeira são dois pontos que contam ricos detalhes da história da cidade em seus prédios e ruas. O pano de fundo antigo e os mistérios do passado são sempre atrativos para cidadãos locais e turistas. Pensando nisso, o secretário de Turismo da capital, Fernando Fernandes, dialoga com o prefeito Álvaro Dias (MDB) para que estes locais possam ser colocados em rotas turísticas. Na visão do secretário, isso poderia alavancar o setor e manter o visitante por mais tempo na cidade. Fernandes considera realizar este plano como sua obsessão à frente da pasta.

“No Centro, temos todo um sítio histórico: o Marco Zero; a Igreja do Galo; o Instituto Histórico e Geográfico; o antigo Palácio Potengi; a Capitania das Artes e muito mais. Esse circuito não cansaria o turista. Seria possível mantê-lo em Natal por mais meio dia. Conseguir isso é uma obsessão minha”, contou o secretário em entrevista concedida ao programa “Jornal Agora”, apresentado pelos jornalistas Alex Viana e Anna Karinna Castro, na rádio Agora FM (97,9).

Para que isso seja possível, é necessário a concretização de uma logística que permita levar os turistas a conhecer o potencial dos bairros. Fernando Fernandes explica que a prefeitura de Natal está planejando um circuito para conseguir cumprir este objetivo.

“O Circuito Cultural que a prefeitura planeja consiste em um ônibus deixar o turista para conhecer a cidade a pé, enquanto volta para uma baia a ser criada perto da Capitania das Artes, mas para isso precisamos da cidade limpa e segura. Como secretário de Turismo, esse é meu sonho: quero que as pessoas conheçam um pouco da história de Natal”.

Bairro da Ribeira Natal 43
Um dos tantos prédios abandonados no bairro da Ribeira

Outra questão a ser resolvida é a revitalização da Ribeira. Apesar do apelo histórico e cultural, muitos prédios estão abandonados. Para o secretário, é preciso que o bairro seja recuperado para que o planejamento da Setur possa ser cumprido.

“Se a Ribeira não tiver padaria, farmácia, lanchonete, não adianta… não vai ter vida. Tem que se criar um mecanismo para recuperar a Ribeira, e isso passa pela Tributação. O que temos é uma briga constante: o município precisa arrecadar para pagar suas despesas, mas também precisa divulgar e dar incentivo. Esse equilíbrio tem que ser buscado, e cabe ao prefeito ter essa sensibilidade”.

Fernandes lembra que, como capital, Natal tem condições de capturar o interesse do visitante, o que, segundo ele, é imprescindível para o turismo da cidade. “Natal é o nosso portão de entrada; é a marca forte que vende o RN. O turista passa um período razoavelmente pequeno na capital. Muitos vão para Pipa ou São Miguel… Nossa meta é fazer com que eles permaneçam mais tempo aqui”, finalizou.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.