BUSCAR
BUSCAR
Estreia
Governo do Estado inaugura Central do Cidadão em São Gonçalo do Amarante
Espaço cedido ao Estado, com 650 metros quadrados, está localizado dentro do Shopping Natal Moda Outlet Center, que contará com 220 lojas
Redação
05/07/2019 | 11:11

O Governo do Rio Grande do Norte inaugurou a Central do Cidadão de São Gonçalo do Amarante, na última quinta-feira, 4. Mais de 101 mil habitantes de São Gonçalo e Extremoz serão beneficiados a entrega da obra. O equipamento é fruto da parceria firmada entre o Governo do Estado, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante e a iniciativa privada.

“A parceria do Governo com a iniciativa privada, é para trazer cidadania para a população de São Gonçalo e para a região metropolitana de Natal, visando sempre o bem da comunidade. Até outubro nós vamos entregar mais 18 Centrais do Cidadão no estado”, destacou a governadora Fátima Bezerra (PT).

“Minhas palavras são de agradecimento, a todas as mãos que se uniram para realizar esta obra para o povo de São Gonçalo. E dizer que essas mãos estão estendidas para trabalharmos juntos em outras ações para São Gonçalo e para o Rio Grande do Norte”, enfatizou o prefeito Paulo Emídio de Medeiros (PR).

O espaço cedido ao Estado, com 650 metros quadrados, está localizado dentro do Shopping Natal Moda Outlet Center, que contará com 220 lojas. Estrategicamente localizado no trecho urbano da Rodovia BR-406, há uma previsão de 15.000 potenciais consumidores circulando diariamente pelo novo empreendimento.

O Governo do Estado vai também garantir o acesso à internet nas instalações da Central fica, como também a gerência da unidade, que será realizada por um servidor estadual.

A empresa Bosque Center Desenvolvimento e Participações Imobiliárias LTDA, cedeu o espaço onde vai funcionar a Central, e também todos os equipamentos que serão utilizados pela população. “Quando chegamos nesta área em 2010 não havia quase nada, percebemos que as pessoas perdiam cerca de duas horas para ir e voltar do trabalho. É preciso gerar empregos próximos às moradias das pessoas. Este espaço vai trazer renda, trabalho e ajudar movimentar a economia local. A parceria com os governos estadual e municipal foi fundamental para tornar este projeto realidade”, disse Ricardo Rocha.

O contrato tem o prazo de 20 anos, foi celebrado em agosto de 2018 e tem vigência até 2038. Já o Convênio de Cooperação Técnica e Administrativa celebrado entre o Executivo Estadual e a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, 21 servidores da prefeitura foram cedidos para desempenharem suas funções na unidade da Central naquele município.

Com a instalação da Central, os moradores terão à disposição serviços importantes como emissão de CPF, primeira via de identidade, entre outros. O ITEP, Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (IPERN) e Procon-RN são alguns dos órgãos que estarão à disposição no local a partir da segunda-feira (9/07). Já no dia 11, a Caern disponibilizará os serviços à população.

A unidade de atendimento funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Além da estrutura do Executivo Estadual na Central, no shopping também funcionarão órgãos da Administração de São Gonçalo do Amarante, como as secretarias de Tributação e de Desenvolvimento.   

Sobre o programa Central do Cidadão

As Centrais do Cidadão oferecem, de forma integrada, um conjunto de serviços públicos essenciais, centralizados geograficamente em um único espaço, em local de fácil acesso à população. Trata-se de uma forma de descentralizar serviços da estrutura administrativa tradicional dos diversos órgãos da administração pública.

Na atual administração já foram inauguradas, 2 centrais do cidadão: em São Paulo do Potengi e Caraúbas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.