BUSCAR
BUSCAR
Finalização
Estação de tratamento da Zona Norte de Natal tem 85% das obras executadas
Caern também trabalha nas tubulações de interligação e na finalização de estruturas. Em relação à rede coletora de esgoto, a região já possui 80% da rede instalada e até o início das operações da ETE, a Zona Norte já deve estar com os 20% restantes concluídos
Redação
28/08/2020 | 13:59

A Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Jaguaribe, que vai realizar o tratamento de esgoto de toda a zona norte de Natal alcançou o percentual de 85% de execução das obras físicas. A primeira fase do equipamento começa a funcionar em julho de 2021 com a entrega do primeiro módulo que vai ampliar o tratamento de esgotos dos atuais 3% para 56%. Até 2022 as obras deverão estar concluídas e 98% do esgotamento sanitário daquela região, que possuiu 380 mil moradores, será tratado.

“Esta obra é saúde, é vida, é desenvolvimento. Ainda como deputada federal participei de todo o processo para incluir a ETE do Jaguaribe no Plano de Aceleração do Crescimento do Governo Federal em 2013. Em 2019 iniciamos nossa gestão com 40% das obras executadas e hoje alcançamos o patamar expressivo de 85%. É um grande avanço que vai trazer enormes benefícios à zona norte de Natal, melhorar a saúde da população e estimular o desenvolvimento porque permitirá maior ocupação imobiliária, tudo isso respeitando o meio ambiente e a legislação”, afirmou a governadora Fátima Bezerra, em visita à obra, nesta sexta-feira, 28.

A ETE do Jaguaribe terá cinco módulos para tratamento de esgotos e capacidade para atender 600 mil habitantes, já prevendo o aumento da população. O secretário de Estado da Infraestrutura (SIN), Gustavo Coelho avaliou a Estação como “uma obra superlativa que será um diferencial para a zona norte da capital que terá melhor infraestrutura para se desenvolver”. João Maria Cavalcanti, secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) destacou a importância da ETE e disse que ela permitirá inclusive o reaproveitamento de águas para a agricultura “e já estamos trabalhando em projeto neste sentido”.

O presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN – Caern, Roberto Linhares, disse que a companhia tem se mantido focada na melhor prestação de serviço para a população. “Natal atingirá com 11 anos de antecedência o que defende o novo Marco Legal do Saneamento, que é a cobertura de 90% de cobertura de esgotos até 2033”, informou.

No último mês de julho o Governo do Estado, através da Caern, começou a equipar a ETE Jaguaribe. “Os primeiros equipamentos instalados foram biodiscos que fazem parte da etapa do tratamento com microrganismos, um processo biológico. Eles permitem que os microrganismos cresçam aderidos nele, onde se alimentam da matéria orgânica, melhorando a eficácia do tratamento,” explicou o Gerente de Obras da Caern, Germano Costa. A instalação dos biodiscos no primeiro módulo foi concluída e em outubro serão instalados no segundo módulo.

A Caern também trabalha nas tubulações de interligação e na finalização de estruturas. Em relação à rede coletora de esgoto, a região já possui 80% da rede instalada e até o início das operações da ETE, a Zona Norte já deve estar com os 20% restantes concluídos. Com o serviço de esgotamento sanitário, a população deixa de fazer uso de fossas sépticas.

As ETEs que estão sendo construídas pela Caern, com recursos federais e estadual, são de nível terciário. O valor total contratado é de R$105 milhões e o Governo do Estado, através da Caern, realiza investimento de cerca de R$ 60 milhões. Este valor atende demanda dos órgãos ambientais relacionada a instalação de mais uma unidade de remoção de fósforo. “Estamos implantando o nível mais alto de tratamento de esgoto existente. As Estações são modernas e de alta capacidade”, afirma Judson Soares, Gerente de Controle de Empreendimentos da Caern.

O Governo do RN ainda mantém, paralelamente, as obras da ETE do Guarapes, que está com 17% das obras executadas. Esta estação vai tratar os esgotos das zonas Oeste e Sul de Natal. A previsão de conclusão também é para 2022. Quando entrar em operação, Natal terá o serviço de esgotamento sanitário universalizado.

Na visita, a governadora esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, do secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado e médico sanitarista, Jaime Calado, e do diretor da Certa Engenharia, empresa potiguar executora da obra, José Walter de Carvalho.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.