BUSCAR
BUSCAR
Negócios
Empresário Paulo “Buda” assumirá a bandeira Mitsubishi em Natal
Ouvido nesta quinta-feira, 12, pelo Agora RN. Buda não só confirmou a informação como disse que, se der tudo certo, a atual Top Car se chamará Buda Motors
Marcelo Hollanda
12/12/2019 | 10:41

O empresário Paulo Rocha, mais conhecido como Paulo Buda, 51 anos, assumirá a bandeira Mitsubishi em Natal depois de 20 anos de domínio da Top Car, controlada por Ricardo Shelman de Souza, de quem foi sócio até quatro anos e meio atrás.

Ouvido nesta quinta-feira, 12, pelo Agora RN. Buda não só confirmou a informação como disse que, se der tudo certo, a atual Top Car se chamará Buda Motors em alusão ao apelido de Paulo Rocha desde a infância. “Eu era um garoto gordinho daí o Buda”, diz com bom humor.

Mas ainda precisará escolher o novo ponto e, com ele, o modelo de negócio. Segundo Buda, o acordo foi fechado há pouco mais de um mês, embora o mercado já especulasse sobre esse desfecho há bem mais tempo.

Dólar alto, dificuldade nas cotas de exportação, cobranças seguidas da montadora por cumprimentos de metas, dificuldade dos clientes em contrair crédito para adquirir carros mais caros, como são os da linha Mitsubishi, aliado a uma queda de 5% nas vendas de todas as marcas, de janeiro a outubro do ano passado no RN, em relação ao mesmo período de 2018, atrapalharam a vida da Top Car.

Fachada da loja (Reprodução)

Procurado pelo Agora RN, Ricardo Shelman não retornou o contato. A um interlocutor ele informou que não vai falar sobre o assunto. Mas uma fonte ouvida pelo Agora RN disse que as vendas da Top Car vinham baixas desde o ano passado, quando teria vendido apenas 18 unidades.

Buda disse que o negócio com a Top Car não inclui a Ippon Veículos, da Suzuki, também controlada por Ricardo Shelman. “Vou apenas dar suporte de peças, mas ainda não ficou definido quem ficará com a bandeira Suzuki”, antecipou o empresário.

Indagado sobre se a operação não o preocupa, tendo em vista os atuais problemas da economia, Paulo Buda foi taxativo: “Confio no futuro, sei que a economia vai melhorar, mas sei também que vai ser preciso muito trabalho no reposicionamento da marca”.

Com negócios também na construção civil, onde é sócio de uma empresa com um irmão, Buda acredita que esse setor deve melhorar, já que a economia de nenhum país prescinde dele como fonte primária de emprego e renda. “Sou um otimista”, resume Buda.

Tanto a Top Car quanto a Ippon comunicaram pelas redes sociais que encerrarão os negócios oficialmente no próximo dia 20.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.