BUSCAR
BUSCAR
Isolamento
Conselho de Educação Física alerta para exercício ilegal da profissão na internet
CREF registrou aumento no número de pessoas não habilitadas fazendo divulgação em redes sociais de treinamentos físicos durante quarentena
Redação
10/04/2020 | 14:53

O Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região (CREF/16) registrou um aumento no número de pessoas não habilitadas fazendo a divulgação em redes sociais de treinamentos físicos durante o período de fechamento
de academias e isolamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus.

Pessoas não registradas, como influenciadores digitais, surgem na internet apresentando tipos de treinos que podem ser feitos em casa. O CREF16/RN alerta que esse tipo de conduta é considerada contravenção penal, podendo acabar em prisão. Além disso, a realização de atividade física sem um acompanhamento profissional pode resultar em sérios problemas de saúde.

Os fiscais do Conselho acompanham esse tipo de ilegalidade e estão apurando as denúncias que chegam apontando para o exercício ilegal no meio digital. Em 2019, o Conselho Regional de Educação Física da 16ª Região registrou mais de 200 pessoas exercendo a profissão de forma ilegal.

Pessoas identificadas atuando ilegalmente como Profissional de Educação Física são denunciadas ao Ministério Público e podem ser punidas pela justiça. O exercício ilegal da profissão é considerado contravenção penal prevista no artigo 47 da lei das contravenções penais, decreto de lei número 3688/41, com pena de prisão de 15 dias a três meses ou multa.

Uma forma fácil de identificar um profissional de Educação Física devidamente habilitado é pedindo que ele apresente a Cédula de Identidade Profissional, um documento emitido pelos Conselhos Regionais de Educação Física. O Conselho, inclusive, tem pedido aos profissionais que apresentem os números de registro em suas redes sociais.

“Orientações feitas por pessoas sem qualificação e registro podem significar problemas sérios de saúde. Esse tipo de consultoria só deve ser feita por profissionais devidamente habilitados. É importante ter a certeza que quem oferece esse tipo de consultoria é um Profissional de Educação Física”, explica o chefe do departamento de orientação e fiscalização do Conselho, Luiz Marcos Peixoto.

O Conselho de Educação Física da 16ª Região reforça a importância de se manter a realização de atividades físicas durante o período de isolamento social e que internet é uma aliada nesse momento, mas orienta que essas atividades sejam feitas somente com o acompanhamento de um profissional.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.