BUSCAR
BUSCAR
Racismo
Em vídeo, Wallyson afirma ter sido chamado de macaco por goleiro do Força e Luz; VEJA
Atacante do ABC afirmou ter sofrido o ato de racismo durante a partida que aconteceu na noite desta quinta-feira, 9
Redação
10/01/2020 | 13:58

Em um vídeo publicado nas redes sociais do fotógrafo do ABC, Luciano Marcos, o atacante Wallyson afirmou ter sido chamado de macaco, pelo goleiro Ferreira, do Força e Luz, durante a partida entre as duas equipes, válida pela segunda rodada do Campeonato Potiguar, na noite desta quinta-feira, 9.

Segundo Wallyson, a ofensa saiu em um momento do calor do jogo e diz não ter falado nada para o goleiro, para receber tal agressão. O atacante falou que o ABC irá averiguar a situação, mas o clube ainda não se posicionou oficialmente.

“Infelizmente é uma coisa que ainda acontece. O ABC vai ver isso aí, é coisa série. Temos que saber perder e ganhar. Sei que estava de cabeça quente, mas em nenhum momento eu ofendi ele. Ele infelizmente me chamou desse nome que é muito feio. Temos que ser profissionais independente de qualquer adversário”, desabafou.

Em uma fotografia feita por Luciano Marcos, Wallyson aparece olhando para o goleiro Ferreira, após marcar um dos seus dois gols na partida. O ato seria em resposta ao racismo que teria sofrido.

O ABC venceu o Força e Luz por 4 a 2. Durante o jogo, Ferreira ainda defendeu um pênalti cobrado por Jailson, quando a partida ainda estava empatada em 2 a 2.

A reportagem do Agora RN procurou os dirigentes do Força e Luz para falar sobre o caso, mas não conseguiu obter contato.

Confira no vídeo abaixo, o desabafo do atacante sobre o caso:

Vídeo publicado nas redes sociais do fotógrafo do ABC, Luciano Marcos
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.