BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
“Empregadores e empregados não estão em lados opostos”, diz Marcelo Queiroz
Neste dia do comerciário, o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, lembra, em entrevista ao Agora RN, que empresários e trabalhadores no varejo estão do mesmo lado - o do crescimento econômico
Redação
30/10/2018 | 09:22

Neste dia do comerciário, o presidente da Federação do Comércio do Rio Grande do Norte (Fecomércio), Marcelo Queiroz, lembra, em entrevista ao Agora RN, que empresários e trabalhadores no varejo estão do mesmo lado – o do crescimento econômico. Confira a entrevista:

Agora RN: Desde o dia 1º de abril, as microempresas e as empresas de pequeno porte puderam aderir ao Regime Diferenciado de Piso Salarial, o Repis, resultado da Convenção Coletiva de Trabalho 2018/2019. Isso estimulou a geração de empregos entre os comerciários do RN ou ainda é cedo para dizer?

Marcelo Queiroz: Ainda é cedo para dizer. É importante ressaltarmos que o comércio acumula um volume considerável da chamada “capacidade ociosa”. Temos um número expressivo de trabalhadores que, em virtude do desaquecimento da economia, vêm sendo subutilizados e as empresas evitam demitir por dois motivos. O primeiro é que se trata de mão de obra qualificada, que conhece a empresa e que, ao menor sinal de reaquecimento, já retoma o ritmo de produtividade, evitando a perda de tempo com períodos de treinamento e adaptação. O segundo é pela responsabilidade social da empresa com seus colaboradores. Diferente do que muita gente pensa, desligar um colaborador é algo sempre muito difícil para qualquer empresa.

Agora RN: O diálogo entre as empresas do varejo e comerciários tem melhorado no RN, já que a economia brasileira em crise desafia a ambos, propondo novos pactos de convivência?

Marcelo Queiroz: Este diálogo sempre foi muito bom, franco, aberto e produtivo. Isso não tem muita ligação com crise. Tem, na realidade, com o amadurecimento do mercado. Já há uma consciência das duas partes de que elas não estão em lados opostos. Empregadores e empregados são interdependentes, um não existe sem o outro. É esta consciência que tem feito amadurecer esta relação.

Agora RN: Como o senhor vê a contratação de temporários para o comércio neste fim de ano em relação ao ano passado?

Marcelo Queiroz: Há uma estimativa nossa de que repitamos os números do ano passado, com cerca de 4 mil a 4,5 mil, considerando os segmentos de comércio e serviços (aí incluído o turismo).

Agora RN: Temos um novo presidente da República e um novo nome no governo do Estado. O que o senhor pediria a esses dirigentes em favor do comércio e, portanto, para os milhares de comerciários que ganham o sustento nessa atividade?

Marcelo Queiroz: Responsabilidade e respeito ao povo brasileiro e potiguar. Acho que isto sintetiza o que podemos esperar. Eu sempre disse que, tanto no plano estadual como no Federal, o que esperamos é que os governantes devolvam ao Brasil e ao RN a grandeza que seu povo merece. É isto que trará o ambiente necessário para que as empresas cresçam, mantenham os empregos que já têm e gerem novos e que haja o desenvolvimento social e sustentável.

Agora RN: Qual a importância de itens como transporte e segurança para os comerciários que trabalham de segunda a segunda e o que as administrações públicas precisariam fazer para melhorar essa situação no curto prazo?

Marcelo Queiroz: São dois itens fundamentais. E ambos passam pela retomada do desenvolvimento econômico e pelo reequilíbrio do Estado. No caso da segurança, é uma obrigação constitucional do Poder Público, mas este só pode atendê-la estando financeiramente equilibrado. No caso do transporte público, ele se insere no contexto da regulação que o Poder Público precisa exercer e, também, no investimento em infraestrutura que viabilize, por exemplo, corredores mais eficientes e eficazes para o transporte.

Agora RN: Os comerciários têm uma grande presença no esporte com o apoio da Fecomércio. Como essa interação – trabalhador/esporte – tem evoluído no RN desde que o senhor assumiu a presidência da Fecomercio?

Marcelo Queiroz: Nós temos incentivado a prática de esportes pelos comerciários. Investimos na reforma e ampliação das nossas academias do Sesc, em Natal e em Mossoró, dotando-as de novos equipamentos, mais modernos, e, também, de climatização. Ampliamos os Jogos dos Comerciários, que hoje já reúnem mais de 3.500 competidores em várias modalidades esportivas. Criamos, há quatro anos, a Corrida do Comerciário, que realizamos em maio e reúne mais de dois mil comerciários pelas ruas de Natal. Apostamos no esporte não apenas como ferramenta de cuidado com a saúde mas, também, de interação social.

Agora RN: O Sesc e o Senac são entidades de referência quando se fala em bem-estar e qualificação de uma categoria profissional. O senhor poderia nos contar os benefícios que elas trazem para os comerciários do RN?

Marcelo Queiroz: Nos orgulhamos do nível de reconhecimento que temos com o trabalho realizado por meio destas duas instituições em prol do comerciário e até mesmo da sociedade em geral. Os números nos orgulham. Mantemos cerca de 5 mil alunos nas escolas Sesc, escolas de excelência, com mensalidades simbólicas, e que oferecem os ensinos Infantil, Fundamental e Adulto. Contabilizamos cerca de 4 mil alunos beneficiados com cursos gratuitos preparatórios para o Enem. Fornecemos 22 milhões de refeições e lanches balanceados e com preços subsidiados a comerciários e à população em geral por ano. Fazemos mais de 100 mil atendimentos odontológicos gratuitos por ano em clínicas de Natal, Mossoró, Caicó e Macaíba, além de uma unidade móvel que percorre municípios. Por ano, em média, atendemos cerca de 5 mil mulheres beneficiadas com exames de mamografia, ultrassonografia, preventivos e orientações de saúde com a nossa Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher. Realizamos cerca de 30 mil matrículas por ano nos mais de 350 cursos do Senac, sendo cerca de 12 mil gratuitas, ampliando as possibilidades de acesso de pessoas carentes ao mercado de trabalho. É um trabalho de suporte social que nos deixa muito orgulhosos e que, felizmente, tem amplo reconhecimento.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.