BUSCAR
BUSCAR
Rejeitado
Apenas 2% votariam no ministro da Fazenda para presidente em 2018, aponta pesquisa
A despeito da rejeição de Henrique Meirelles, é alto também o número de indecisos e dos que responderam que “ainda é cedo para opinar”, índice que chega a 44,2%
Blog Esplanada/IG
24/09/2017 | 12:12

Ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, ex-presidente do Banco Central nas gestões de Luís Inácio Lula da Silva e nome de credibilidade do país no exterior, Henrique Meirelles está longe, hoje, de cair no gosto eleitoral popular, apesar de pré-lançado pelo PSD a candidato a presidente da República.

Uma sondagem nacional da Paraná Pesquisas revela que Henrique Meirelles tem alta rejeição popular: 41,1% dos entrevistados responderam que “não votaria nele de jeito nenhum”. Apenas 2,4% “com certeza votaria nele para presidente do Brasil” e 12,3% responderam que “poderia votar nele para presidente”.

A despeito da rejeição, é alto também o número de indecisos e dos que responderam que “ainda é cedo para opinar”, índice que chega a 44,2% – e que pode se tornar um trunfo para o pré-candidato, que ainda não se declarou para o seu partido se lança seu nome na disputa.

A alta rejeição pode estar ligada ao fato de Meirelles, atualmente, ser um dos principais ministros do Governo de Michel Temer, um dos mais impopulares que o Brasil já teve. De acordo com outra pesquisa da Paraná, divulgada semana passada, Temer tem apenas 15,4% de aprovação, e a massa – 81,3% – o reprova.

Outro dado que pode pesar contra Meirelles nesse cenário é o fato de ter sido por mais de um ano o CEO mundial da holding J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista, com a imagem muito desgastada. Embora Meirelles não tenha nenhum vínculo com as denúncias na Justiça contra a dupla e não seja foco no noticiário.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.