Publicidade
Sexto dia de crise
Rio Grande do Norte já registrou 28 ocorrências desde o início dos ataques do Sindicato do Crime
Ataques começaram a ocorrer no Estado a partir do quinto dia de uma intensa crise penitenciária, iniciada com a rebelião de Alcaçuz que deixou 26 detentos mortos
Frankie Marcone / Folhapress
Ônibus da empresa Santa Maria completamente destruído em Natal

Inconformados com a transferência de seus membros da Penitenciária Estadual de Alcaçuz para o Presídio Estadual de Parnamirim (PEP), integrantes da facção Sindicato do Crime estão promovendo horas de terror em diversos municípios do Rio Grande do Norte desde o início da tarde desta quarta-feira (18).

Até o momento, a reportagem do Portal Agora RN já checou e confirmou 26 casos em sete cidades diferentes, são elas: Natal, Parnamirim, Touros, Macau, Ceará-Mirim, João Câmara e Caicó. Foram 20 ataques à ônibus, 5 ataques a carros, 2 ataques à delegacias de polícia, um ataque na subestação da Chesf, em Natal, e um tiroteio na Av. Eng. Roberto Freire. Neste último caso, um homem foi baleado.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) está trabalhando arduamente desde que os ataques foram iniciados, na tentativa de conter os criminosos. Até o momento, não há informações sobre se algum dos acusados foram presos, uma vez que não existe pronunciamento oficial da pasta.

Natal

Os ataques na capital potiguar começaram no período da tarde desta quarta. Inicialmente, um veículo do Governo do Estado foi alvo de tiros e pegou fogo em seguida. Depois, um ônibus da empresa Santa Maria foi incendiado na Praia do Meio, seguido por outros dois veículos da empresa Guanabara no bairro do Vale Dourado, na Zona Norte.

No início da noite, a maior ocorrência dos ataques até então foi registrada em Felipe Camarão. Cerca de seis bandidos invadiram a garagem da viação São Geraldo e atearam fogo em oito ônibus. Todos ficaram destruídos com o fogaréu.

Uma viatura da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), que estava estacionada em frente ao prédio da pasta, também foi incendiada durante a noite. Populares conseguiram conter as chamas utilizando extintores de incêndio.

Nas Rocas, zona Leste da cidade, um ônibus da empresa Santa Maria foi alvo de atentado em um terminal. Bandidos jogaram um coquetel molotov no carro e tentaram fugir, mas antes de evadirem ainda atiraram contra o ônibus. Um motorista da empresa conseguiu controlar o fogo antes que ele se alastrasse.

Por fim, o último caso registrado até então foi um tiroteio na Av. Engenheiro Roberto Freire, em Ponta Negra, que terminou com um homem baleado. Ainda não se sabe se o homem veio a óbito.

Caicó

Na capital do Seridó, as confusões foram iniciadas quando presos se rebelaram na Penitenciária Estadual do Pereirão. Na rebelião, um foi morto e outros cinco ficaram feridos e receberam atendimento médico com urgência no local.

Do lado de fora, bandidos tocaram fogo na garagem da Secretaria Municipal de Saúde e incendiaram três viaturas da pasta. Antes, haviam invadido a garagem da empresa de viação Jardinense e ateado foto num ônibus que estava estacionado no local. Os bombeiros foram chamados e controlaram as chamas.

João Câmara

No município da região Agreste, dois ônibus foram incendiados. O primeiro deles estava estacionado em uma oficina quando virou alvo dos bandidos, que atearam fogo e fugiram com destino ignorado. Logo depois, um ônibus da empresa de viação Expresso Cabral teve fogo ateado contra ele, mas populares trataram de conter as chamas.

Macau, Ceará-Mirim, Touros, Parnamirim e São Paulo do Potengi

Na região salineira, a cidade de Macau foi a única que registrou, até o momento, ataques de bandidos. Um ônibus foi incendiado em via pública e precisou da ajuda do Corpo de Bombeiros para apagar o incêndio.

O mesmo aconteceu em Touros e Parnamirim. No município do litoral norte, os criminosos incendiaram um ônibus e fugiram. Já em Parnamirim, o alvo foi um micro-ônibus, sendo este caso registrado na manhã desta quinta (19).

Em Ceará-Mirim, não se sabe se houve fogo no ônibus, porém, ele foi atacado por bandidos que se evadiram rapidamente. O último registro confirmado pelo Portal Agora RN, até agora, foi um micro-ônibus incendiado em São Paulo do Potengi, sem relatos de feridos.

Confira abaixo a tabela de ataques já registrados no RN:

ATAQUES

Somadas, ocorrências chegam ao número de 26. (Tabela: Agora RN)
Publicidade
Publicidade