BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
Secretário de Educação do RN faz apelo e pede que professores voltem às aulas presencias na segunda-feira
Getúlio Marques fez um apelo para que os professores da rede pública de ensino do Estado voltem às atividades presenciais na próxima segunda-feira 19, data definida anteriormente para o retorno das aulas
Redação
16/07/2021 | 07:53

O secretário de Educação do Rio Grande do Norte, Getúlio Marques, fez um apelo para que os professores da rede pública de ensino do Estado voltem às atividades presenciais no próximo dia 26, data definida para o retorno das aulas. A declaração foi nesta sexta 16 em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi.

“Diversas categorias do setor público trabalharam sem vacina, é a hora de fazer a nossa parte. Quando falo do setor publico, falo dos policiais militares, dos motoristas de ônibus, profissionais de imprensa, profissionais da saúde, entre outros. Faço um apelo para que todos possam voltar para as atividades”, disse o secretário.

Após um pedido de cumprimento de sentença feito pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar confirmou a retomada das aulas presenciais na rede pública de ensino do Estado.

A decisão foi tomada “tendo em vista o estado avançado de vacinação, em termos etários – atualmente em 39 anos ou com tendência a diminuir a idade da população geral – e da própria recomendação expedida pela Secretaria de Estado da Saúde Pública, em Nota Informativa nº 16/2021, de 2 de julho”.

No entanto, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) disse que vai recorrer da decisão. O Sinte/RN pede a completude da imunização contra a Covid-19 dos profissionais da categoria para voltar às atividades em sala de aula.

Ao Agora RN, o Sindicato informou que se reuniu com o jurídico e observou que havia brechas para recursos.

Posicionamento do Sinte

O Sinte/RN publicou nota, nesta quinta-feira 15, repudiando afirmações do secretário Getúlio Marques. Em entrevista, quando indagado sobre a retomada das aulas presenciais da Rede Estadual, o chefe da Secretaria Estadual de Educação (SEEC) afirmou que vai tomar “providências legais” caso os professores não voltem para os locais de trabalho, de acordo com o Sindicato. “Para nós, que há anos lutamos em defesa da educação, ficou clara a disposição do secretário de acionar os meios administrativos para punir quem ousar resistir”, afirma a nota.

Segundo o Sinte, não ocorreu nenhum acordo ou compromisso entre o Sindicato e a SEEC para o retorno às aulas presenciais sem a imunização completa dos profissionais da educação. “Em todas as conversas e audiências, o Sinte/RN marcou presença afirmando a necessidade da vacinação completa para que o retorno presencial aconteça. Essa afirmação foi reiterada, inclusive na última audiência convocada pelo secretário para comunicar as discussões judiciais acerca do pretenso retorno”.

Ainda de acordo com a nota divulgada, as escolas públicas do RN (estaduais e municipais) ainda não dispõem de merenda e a maioria não passou por adequações estruturais para a retomada. “Reafirmamos, por fim, a posição da categoria, tirada em diversas assembleias virtuais de dezembro para cá: aula presencial somente após a imunização completa. Assim, continuaremos à disposição do trabalho remoto, mantendo a mesma dedicação”, conclui o Sindicato.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.