BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Rosália chama STTU de “puxadinho do Seturn” e promete estatizar transporte em Natal
Para candidata a prefeita de Natal pelo PSTU, transporte público deve ser um direito assegurado à população de forma gratuita, assim como a saúde e a educação
Redação
22/10/2020 | 17:19

A candidata do PSTU à Prefeitura do Natal, Rosália Fernandes, prometeu nesta quinta-feira 22 “estatizar” o sistema municipal de transporte público caso seja eleita. De acordo com ela, em uma eventual gestão do PSTU, as linhas de ônibus deixariam de ser operadas por empresas privadas, passando a ser responsabilidade da própria prefeitura.

Rosália critica a atual relação entre as empresas e a Prefeitura do Natal, que não é sequer respaldado em contrato. De acordo com a ela, a operação das linhas é ineficiente e o único caminho para resolver o problema é a gestão pública assumir o controle total do sistema.

“Não vamos fazer licitação. Vamos romper com o Seturn (sindicato das empresas de ônibus). As seis empresas de Natal devem cerca de R$ 164 milhões, só à Prefeitura, em ISS. Qual é a contrapartida que se tem? Ônibus velhos, caros, sem segurança, com os motoristas tendo dupla função”, criticou Rosália, em entrevista ao jornalista Diógenes Dantas, pelo YouTube.

A candidata do PSTU condenou, ainda, o benefício fiscal que a Prefeitura do Natal concedeu às empresas no início do mês. Por causa da pandemia, o prefeito Álvaro Dias (PSDB), que é candidato à reeleição, autorizou a redução de 50% na cobrança do ISS para as empresas – que alegam prejuízo de mais de R$ 40 milhões causado pela redução na circulação de passageiros no auge do isolamento social.

Para Rosália Fernandes, o transporte público deve ser um direito assegurado à população de forma gratuita, assim como a saúde e a educação. “Vamos criar uma empresa municipal de transporte público para acabar com a farra do Seturn”, destacou.

Ainda segundo a candidata, a Prefeitura do Natal – por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) – deveria ter maior controle sobre o sistema de transporte, que, segundo ela, está na mão dos empresários.

“A STTU é um puxadinho do Seturn. Os empresários fazem o que querem, com a conivência do prefeito, que é pianinho. Vamos acabar com isso. Vamos inclusive ampliar a frota, aumentar o investimento. Hoje a Prefeitura só investe 1% da receita em transporte. Vamos investir 10% porque a população não pode ser penalizada, correndo risco de sofrer assalto e pagar passagem cara”, afirmou a candidata.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.