BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Rodrigo Ferreira: Radialista José Jorge morre de infarto, aos 71 anos, e deixa legado na crônica esportiva potiguar
Confira a coluna de Rodrigo Ferreira desta terça-feira 24
Rodrigo Ferreira
24/08/2021 | 11:07

Fomos lembrados de que, nem sempre, quem joga melhor vence
Quem assistiu ao Clássico-Rei 544 entre ABC e América no último domingo (22), vencido pelo Alvinegro por 3 a 1, pôde constatar uma coisa: apesar do placar, o Alvirrubro foi bem superior ao time de Ponta Negra durante toda a partida. Contudo, o cenário traçado no duelo serviu para lembrar que, no futebol, nem sempre aquele que joga melhor vence. O ABC, mesmo com pouca posse de bola, foi cirúrgico nas raras oportunidades criadas: finalizou 4 vezes e marcou 3 gols. E a Série D, meus amigos, é isso. Competição difícil que premia quem é mais eficaz. Já critiquei muito o trabalho do técnico Moacir Júnior, mas é preciso reconhecer que ele segue, no clube, uma cartilha básica para se ter sucesso neste torneio. Se vai conseguir o acesso ou não, aí já é tema para um outro momento.

Solidez
Apesar da derrota no Frasqueirão, não vejo a equipe do América abalada para a sequência do campeonato. Com a classificação já garantida para a 2ª fase e conseguindo manter uma regularidade nas atuações, o time de Renatinho Potiguar parece estar ciente do que precisa fazer. A equipe é sólida, cria bastante, e carece de alguns poucos ajustes.

Defesa
Quando falo em ajustes no América, refiro-me principalmente ao sistema defensivo. A coletiva pós-jogo no último domingo não foi a primeira em que Renatinho criticou as falhas neste setor da sua equipe. E não é pra menos. O primeiro gol do ABC no jogo escancarou a limitação dos zagueiros Jean Pierre e Mael. Falta uma figura mais experiente por ali.

Wallyson
Enquanto ainda festejava mais uma vitória em clássicos, o torcedor do ABC foi surpreendido na noite do domingo com a notícia de uma possível saída do atacante Wallyson, às vésperas do início da fase decisiva da Série D. A coluna apurou que, de fato, o camisa 11 tem uma proposta do futebol árabe e os valores são atrativos, mas por enquanto não há nada decidido.

Palavra
Apesar da oferta internacional, me foi passado que Wallyson se comprometeu em ficar no ABC pelo menos até o fim da atual edição da Série D. Uma reunião entre o atleta e dirigentes no final da semana passada, inclusive, havia deliberado pela renovação do seu contrato com esta finalidade. “Se mudou alguma coisa, só se foi de última hora”, disse um cartola.

Possibilidades
Com o passaporte já garantido para a fase seguinte do Brasileiro, a dupla potiguar começa a analisar suas possibilidades no 1º dos 3 mata-matas que precisará encarar até a conquista do acesso. Se a 1ª fase terminasse hoje, o adversário do ABC seria o Retrô, de Pernambuco. O América, por sua vez, encararia o Sergipe. Dois clubes bem arrumados.

Luto
Em tempo de enviar minhas condolências aos familiares e amigos mais próximos do radialista esportivo José Jorge da Páscoa Menezes, falecido nesta segunda-feira 23, aos 71 anos, vítima de infarto. Declaradamente torcedor do América, JJ, como também era conhecido, acumulou passagens por vários prefixos do Rio Grande do Norte e marcou seu nome na história da crônica esportiva potiguar. Que Deus o receba!

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.