BUSCAR
BUSCAR
Avaliação
Rafael Motta critica prioridade dada pelo governo federal à privatização dos Correios
Parlamentar do PSB destaca que a empresa gera lucros para o Brasil e alerta sobre risco de parte do país ficar sem os serviços oferecidos pela instituição
Diassis Oliveira
06/08/2021 | 07:51

A Câmara dos Deputados aprovou, na tarde desta quinta-feira 5, o texto base do projeto de privatização dos Correios. A matéria foi aprovada com 286 votos a favor, 173 contra e duas abstenções. O deputado federal Rafael Motta (PSB-RN), se posicionou sobre a votação:

“Primeiro, é preciso que se diga que apenas um governo totalmente desconectado da realidade pode dar prioridade à privatização dos Correios. Eu poderia elencar uma dúzia de assuntos mais importantes, incluindo o desemprego, a alta generalizada nos preços de alimentos e combustíveis, a educação”

Para Motta, os Correios são uma instituição de suma importância nos serviços postais do país e deve ser mantido sobre o controle do governo.

“Precisamos destacar a importância dos Correios para o Brasil além da entrega de correspondências. Os Correios são responsáveis pela distribuição do Enem, pela emissão de CPF, é correspondente bancário nas pequenas cidades, distribuição de vacinas e medicamentos. Nas regiões mais remotas do Brasil, os Correios são a conexão com o restante do mundo. Dificilmente, uma empresa privada vai assumir tantas funções, ainda mais se levarmos em consideração que essas atividades são complexas e pouco lucrativas”.

O parlamentar ainda ressaltou lucros que a empresa gera para o Brasil: “Os Correios são uma empresa superavitária e não há qualquer justificativa para repassar esse lucro para a iniciativa privada. Há corrupção? Que se investigue e puna. Mas, abrir mão dessa empresa estratégica para o Brasil, correndo o risco de deixar uma parte do país desassistida e milhares de trabalhadores desempregados é uma irresponsabilidade”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.