BUSCAR
BUSCAR
Água
Programa RN+Água vai beneficiar mais de 320 mil famílias no RN
Governo do Estado vai conduzir um dos maiores programas de segurança hídrica da história do Rio Grande do Norte nos próximos dois anos, com investimento previsto de R$ 390 milhões, tendo como carro-chefe a perfuração de 885 poços tubulares em todas as regiões do Estado, além da instalação de 243 dessalinizadores e 580 barragens subterrâneas
Redação
24/11/2020 | 14:17

Dentro dos próximos dois anos o Governo do Estado vai conduzir um dos maiores programas de segurança hídrica da história do Rio Grande do Norte, o RN+Água. Mais de 320 mil famílias potiguares serão beneficiadas com um investimento de R$ 390 milhões, tendo como carro-chefe a perfuração de 885 poços tubulares em todas as regiões do estado.

O programa RN+Água foi lançado pela governadora Fátima Bezerra e pela equipe do Governo do Estado justamente no Dia do Nordestino, em 8 de outubro. A escolha da cidade para sediar o evento também não foi aleatória. Mossoró, segundo maior município do RN, está encravada na região que mais sofre com o acesso à água no estado.

“Este é um dos maiores programas de segurança hídrica da história do RN e nele temos o maior programa de perfuração já realizado pelo Governo, com 885 poços. A gente sabe o que significa a instalação de um equipamento como esse, fazendo que a água chegue a quem precisa. E não são apenas poços perfurados; vamos levar a bomba, a manutenção, os programas de educação ambiental para o uso sustentável da água”, afirmou a governadora.

Em seu discurso, a chefe do Executivo estadual agradeceu aos parceiros do RN+Água. “Contamos com a parceria da bancada federal, a partir das emendas dos deputados Benes Leocádio, Natália Bonavides e Rafael Motta e do senador Jean-Paul Prates. Também agradecemos à Assembleia Legislativa, na figura do presidente Ezequiel Ferreira, que destinou várias emendas ao projeto”, completou Fátima Bezerra. O programa ainda conta com verbas do Governo Federal.

AÇÃO CONJUNTA

O RN+Água é uma ação multissetorial do Governo. Vão atuar, sob a coordenação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Humanos (Semarh), a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), as secretarias de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) e da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e o Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn). Ainda integram a ação entidades que representam trabalhadores e trabalhadoras rurais, agricultores familiares e sem-terra.

“Tive que negar solicitações para perfuração de poços ao longo do tempo porque recebemos a secretaria com todas as máquinas quebradas. Em apenas um ano e meio conseguimos recuperar tudo e estamos prontos para perfurar 635 poços”, disse João Maria Cavalcanti, titular da Semarh.

Enquanto a Semarh centralizará ações na zona rural, a Caern tomará conta dos investimentos nas zonas urbanas e novas adutoras. “Estamos aqui todos os órgãos juntos para fazer o RN+Água acontecer. Aproveito aqui para anunciar que na próxima semana vamos abrir o processo para a adutora do polo serrano, que vai de Apodi a Venha Ver, com mais R$ 250 milhões em investimentos”, ressaltou Roberto Sérgio Linhares, diretor-presidente da Caern.

EDUCAÇÃO

O RN+Água não fica apenas na instalação da infraestrutura para levar água de qualidade para quem mais precisa. O programa chega também com investimentos na preparação dos potiguares para o uso e reuso. “A ação não é meramente o poço pelo poço, mas para trazer dignidade às famílias. O desafio é fazer a integração para a gestão do uso da água na produção rural e no consumo humano, dentro da proposta de convivência com o semiárido”, explicou Alexandre Lima, secretário da Sedraf. “Não é entregar mais só um poço perfurado, mas o poço com bomba ou catavento, de acordo com o compromisso do Governo”, completou Guilherme Saldanha, titular da Sape.

O lançamento do programa foi bem recebido pelas entidades do campo. “A falta de água é um dos problemas mais sérios que enfrentamos no campo, por isso ficamos muito satisfeitos de ver o Governo lançar programas dessa natureza”, disse Manoel Cândido, presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais do RN (Fetarn).

A apresentação do RN+Água ainda foi brindada pela participação especial do poeta mossoroense Antônio Francisco, que declamou vários de seus poemas.

Também participaram do lançamento do RN+Água os secretários de Estado Fernando Mineiro (Segri/Governo Cidadão) e Jaime Calado (Sedec), os diretores Auricelio Costa (Igarn), Leon Aguiar (Idema), César Oliveira (Emater), Rodrigo Maranhão (Emparn) Crispiniano Neto (FJA) e Márcia Maia (AGN), além do diretor da Associação Comercial e Industrial de Mossoró (Acim), Vilmar Pereira, do coordenador estadual do MST, Aglailton Fernandes, e da presidente da CUT-RN, Eliane Bandeira.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.