BUSCAR
BUSCAR
Enfrentamento
PMs iniciam operações para evitar bebedeiras e acidentes de carro em praias e dunas do RN
A Operação Praia Segura começou justamente neste último fim de semana, e deve se estender até a Operação Verão, que só termina após o carnaval
Anderson Barbosa
29/09/2020 | 05:31

Os policiais militares que atuam na Operação Lei Seca no Rio Grande do Norte estão diversificando o foco de suas ações. Além de trabalhar para evitar que motoristas bêbados causem mortes e acidentes nas ruas e avenidas, a missão agora também é coibir peripécias nas areias das praias e dunas do estado. É a chamada Operação Praia Segura. Neste final de semana, por coincidência, um jipeiro sofreu um acidente impressionante ao capotar seu veículo diversas vezes sobre uma duna na praia de Búzios, em Nísia Floresta. Por sorte, ninguém se feriu.

A Operação Praia Segura começou justamente neste último fim de semana, e deve se estender até a Operação Verão, que só termina após o carnaval. “A missão é dar atenção às praias dos litorais Sul e Norte, combatendo o tráfego de veículos na orla, o que é proibido. No sábado, por exemplo, quatro quadriciclos e uma moto foram apreendidos, além de autuações diversas”, destacou o capitão PM Isaac Paiva, coordenador da Operação Lei Seca no RN. O capotamento nas dunas de Búzios foi no domingo, longe da fiscalização.

“Chegaram informações e alguns fatos de que nas áreas litorâneas e de dunas, o tráfego de veículos 4×4, UTVs e quadriciclos estava muito grande, causando sérios riscos de acidentes, com veículos sendo dirigidos por adolescentes, pessoas embriagadas… após reunião administrativa que ocorreu durante a semana passada, com o intuito de evitar acidentes e preservar vidas, resolvemos mudar as operações para operar nas praias e dunas do litoral Norte”, explicou o oficial.

“Poderia ter ocorrido uma tragédia”

“Se estivéssemos no litoral Sul no domingo, certamente teríamos evitado o acidente que aconteceu lá, pois teríamos patrulhando aquela área mesmo, porque ela é comumente usada pelos jipeiros. Ainda bem que ninguém se machucou, mas poderia ter ocorrido uma tragédia”, acrescentou o capitão Isaac, ao se referir ao capotamento ocorrido em Búzios.

Ainda sobre o acidente, o capitão reforçou que sua equipe vai intensificar a fiscalização na orla da Grande Natal. “Nos próximos finais de semana, iremos alterar as áreas de fiscalização e o tipo de operação. O objetivo é que, quando chegar a Operação Verão, já tenhamos tido sucesso na prevenção e diminuir a este tipo de infração”, acrescentou.

“Atividade que propicia um lazer constante e barato”, diz associação

Associação Potiguar de OffRoad divulgou uma nota sobre o acidente nas dunas de Búzios. Disse que o motorista é de Pernambuco, e que estava visitando Natal, e que, “sem a habitualidade necessária e desconhecedor do terreno, teve a infelicidade de se envolver no incidente que gerou a cena espetacular que todos viram, mas que felizmente, graças à segurança extrema do veículo, só teve como consequência danos materiais que, ao fim e ao cabo, só irão onerar o próprio condutor”.

Ainda de acordo com a associação, deve-se lembrar que “a atividade do off-road é algo que já faz parte da cultura do nosso Estado, gerando milhares de empregos diretos e indiretos e gerando milhões de reais em impostos, devido à comercialização de veículos, peças, acessórios e serviços. Como se não bastasse, é uma atividade que propicia um lazer constante e barato a milhares de famílias potiguares, que através dele desfrutam, da forma mais democrática possível, das belezas do nosso Estado, tornando-as acessíveis mesmo àqueles que não possuem recursos para contratar um oneroso passeio realizado por profissionais”.

Planejamento

O capitão Isaac Paiva explicou que o objetivo da Operação Praia Segura é garantir a segurança dos banhistas, na orla, bem como dos próprios condutores que se arriscam em dirigir em dunas móveis, o que pode acarretar acidentes como o deste último domingo, “que felizmente só resultou em danos materiais, mas que poderia ter tido um resultado mais grave”, reforçou.

“No sábado, inclusive, realizamos fiscalização na orla, porém fomos ao litoral Norte, onde foram feitas remoções de veículos que trafegavam na orla. Os condutores fiscalizados nesses locais, além de serem notificados sobre a circulação em área não permitida, também serão fiscalizados quanto ao uso de bebida alcoólica, já que essa é uma prática relativamente comum de alguns grupos que realizam esses passeios”, pontuou.

As ações não ocorrerão de forma isolada. O comandante da Lei Seca explicou que as ações na orla serão desempenhadas em conjunto com outros órgãos de segurança, que atuarão dentro de suas respectivas competências, como o Comando e Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), Companhia Independente de Policiamento Ambiental (CIPAM) e entidades de fiscalização municipais, de acordo com o local da infração.

“Até o final do ano, esperamos manter esse nível de fiscalização conjunta, para prevenir acidentes e ir conscientizando as pessoas do perigo dessas práticas, uma vez que com a chegada do verão, o movimento na área litorânea aumenta drasticamente e com isso a probabilidade de acidentes também cresce”, disse Isaac.

Lei Seca continua

As blitzen de alcoolemia continuarão a funcionar normalmente em Natal e região Metropolitana, de forma alternada com as ações de fiscalização na orla que, como dito, também contará com realização de testes de bafômetro.

Trechos proibidos e permitidos para passeios na orla

Abaixo, veja quais são as praias onde o trânsito de veículos é proibido, e quais os trechos permitidos (apenas para veículos credenciados e/ou devidamente autorizados pelo Detran) nos quais o condutor não pode ultrapassar o limite de 50 quilômetros por hora.

Litoral Norte – Praias com acesso de veículos PROIBIDO

* Redinha Velha;
* Redinha Nova;
* Santa Rita;
* Genipabu (trecho entre o box da APCBA até a balsa do rio Ceará-Mirim);
* Graçandu;
* Pitangui;
* Jacumã;
* Porto-Mirim;
* Muriú;
* Barra de Maxaranguape.

Litoral Norte – Praias com acesso de veículos PERMITIDO (até 50 km)

* Santa Rita/Genipabu (trecho entre o Bar 21 até o Bar do Pedro, utilizando-se da trilha de mão dupla);
* Acesso ao embarque e desembarque das balsas da Barra do Rio Ceará-Mirim (iniciando a partir do encontro do Rio Ceará-Mirim com o mar, logo após a travessia da balsa estendendo-se por aproximadamente 500 metros da orla, após a última barraca, onde o veículo deverá pegar a estrada asfaltada);
*Acesso às barracas de Graçandu (após o povoado de Pitangui, na altura do antigo ‘Roller’, terminando na primeira subida após o restaurante Jacumã (Jacó) na praia de Jacumã):
* Acesso às barracas da praia de Muriú (trecho após as casas de veraneio de Muriú até a balsa de Barra de Maxaranguape, onde o veículo deverá trafegar pelas ruas centrais da cidade, tendo acesso à praia apenas a partir do Cabo São Roque).

Litoral Sul – Praias com acesso de veículos PROIBIDO

* Via Costeira;
* Ponta Negra;
* Cotovelo;
* Pirangi do Norte;
* Pirangi do Sul;
* Pirambúzios;
* Búzios;
*Tabatinga;
* Camurupim;
* Barreta;
* Tibau do Sul;
* Pipa;
* Praia do Amor;
* Afogados;
* Cancela;
* Praia das Minas;
* Pedra D’água;
* Sibaúma;
* Barra de Cunhaú (trecho da barraca do Baiano até as proximidades do rio Curimataú).

Litoral Sul – Praias com acesso de veículos PERMITIDO (até 50 km)

* Trecho de praia após a praia de Barreta (Malembá) até a travessia de balsa da Lagoa de Guaraíra;
* Trecho de praia iniciado a partir do Pontal de Barra de Cunhaú;
* Morro da Cotia;
* Praia de Olho D’água;
* Morro Amarelo;
* Andorinha;
* Praia do Porto;
* Praia do Presídio (seguindo pelas ruas da cidade de Baía Formosa;
* Trecho de praia iniciado após o Hotel Chalemar;
* Praia de Bacopari;
* Praia do Farol;
* Barreirinha;
* Praia de João dos Santos
* Cachoeira;
* Praia do Urubu;
* Cotia;
* Sagi;
* Guajú (até a travessia de balsa do Rio Guajú).

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.