BUSCAR
BUSCAR
Inovação
Pesquisadores criam máscara transparente antialérgica que flutua no rosto
Segundo os pesquisadores, as principais queixas das máscaras já existentes no mercado eram a dificuldade de respirar e as alergias que aumentavam
Agência Estado
14/12/2020 | 17:27

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos pelos médicos Monica Gandhi e Eric Goosby, da Universidade da Califórnia, e pelo pesquisador Chris Beyrer, da Universidade Johns Hopkins, concluiu que o uso de máscara é imprescindível para evitar o contágio e reduzir a propagação da doença. E com o aumento do número de casos previsto para o mês de dezembro, aumentou a preocupação e obstinação dos pesquisadores para desenvolverem uma máscara que atenda melhor às necessidades da população, já que esta medida é indispensável para a proteção da saúde das pessoas.

Com o intuito de criarem uma máscara mais confortável e segura, visando aumentar o número de adéquos e pessoas protegidas, os pesquisadores coletaram as necessidades dos usuários e perceberam que suas exigências aumentaram, já que se faz necessário o uso de máscara por mais tempo, e em situações diversas, como reuniões de trabalho. Surgiram, assim, novos desafios para os especialistas, que estão há meses, estudando comportamento, material ideal para proteção e as melhores soluções para cada necessidade

Segundo os pesquisadores, as principais queixas das máscaras já existentes no mercado eram a dificuldade de respirar; o desconforto tanto para a respiração, quanto para o rosto; as alergias que aumentavam; e a impossibilidade de ver as expressões faciais, já que as máscaras comuns cobriam a boca

Depois de incontáveis estudos e testes, eles desenvolveram uma máscara transparente, totalmente cristalina, que promete ser a mais leve e confortável do mundo. Porque ela foi projetada para as pessoas terem um bom fluxo de respiração, até mesmo enquanto praticam seus esportes.

A máscara caiu na graça das mulheres, por mostrar o rosto e não borrar o batom. E ela ainda conta com um sistema de antiembaçamento, que é capaz de deixá-la cristalina durante todo o dia. Facilitando a comunicação no ambiente de trabalho. E tem sido indispensável em situações de negociações, nas quais a linguagem corporal tem grande responsabilidade sobre o sucesso. Por isso, grande parte do público que avaliou esta nova máscara são homens e mulheres que atuam como gestores e vendedores.

Segundo os usuários, a máscara veste com muita leveza, já que conta com um sistema de 3 toques (orelhas e nariz), e isso faz com que seja extremamente confortável. Alguns relataram que não embaça os óculos. E grande parte das mulheres que se queixavam de fazer uma reunião durante o almoço com o rosto borrado de batom, depois de tirar a máscara comum; relataram não ter mais este problema com a nova máscara de policarbonato. A novidade agradou principalmente aos alérgicos a tecidos e máscaras comuns, que com a VisivelMask não têm mais problemas respiratórios e conseguem usar durante todo o dia.

Além disso, com o levantamento feito pela UERJ, que apontou um aumento de 80% nos casos de estresse e ansiedade agudos e quase o dobro de casos de depressão em um mês de isolamento no Brasil; os pesquisadores se viram responsáveis por um compromisso social. E desenvolveram esta máscara que mostra o sorriso, já que em um estudo conduzido pelo Dr. Michael Moleiro, na Universidade de Maryland, EUA, os cientistas concluíram que sorrir pode ser tão benéfico quanto a prática de exercícios físicos.

A máscara ainda é lavável e reutilizável. Desenvolvida de forma ecologicamente sustentável. Assim, os pesquisadores afirmam que agora a população pode sorrir de forma tranquila e segura. Para que os sorrisos sinceros e estampados no rosto ajudem a melhorar este momento que o mundo precisa enfrentar junto.

Website: http://www.visivelmask.com br

252668

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.