BUSCAR
BUSCAR
Benefício
Nem todos irão receber as quatro parcelas de R$ 300 do auxílio emergencial; entenda
Beneficiários do auxílio emergencial que receberam a primeira parcela depois de abril receberão menos parcelas do auxílio extensão
Redação
29/09/2020 | 16:03

Os beneficiários do auxílio emergencial, que tiveram em abril o pagamento da primeira parcela do benefício, começarão a receber, a partir desta quarta-feira 30 a primeira parcela da extensão. Em coletiva de imprensa, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, explicou nesta terça-feira 29 que somente quem recebeu a primeira parcela em abril receberá um total de nove parcelas – cinco delas do auxílio emergencial, no valor de R$ 600, e outras quatro do auxílio emergencial extensão, de R$ 300.

Assim, os beneficiários do auxílio emergencial que receberam a primeira parcela depois de abril receberão menos parcelas do auxílio extensão. Isso porque este benefício vai durar apenas até dezembro deste ano.

“Todas as pessoas receberão as cinco parcelas do auxílio emergencial. Quando o auxílio terminar, elas receberão parcelas do auxílio extensão, até dezembro”, afirmou Guimarães.

Uma pessoa que tenha recebido a primeira parcela do auxílio emergencial em maio, por exemplo, receberá cinco parcelas de R$ 600 até setembro. Depois, receberá três parcelas de R$ 300 do auxílio extensão (outubro, novembro e dezembro).

Guimarães explicou ainda que os beneficiários do Bolsa Família receberão todas as nove parcelas. “Amanhã, todas as pessoas do Bolsa Família já terão recebido a primeira parcela do auxílio extensão”, afirmou.

Além de Guimarães, o secretário do Ministério da Cidadania, Antônio Barreto, participa de coletiva de imprensa a respeito da extensão do auxílio emergencial.

Em portaria publicada no Diário Oficial da União na segunda-feira, o ministério definiu o calendário de pagamentos e de saques do auxílio. A parcela adicional será de R$ 300 ou de R$ 600 (no caso de mães monoparentais).

Confira abaixo o calendário de pagamentos do auxílio extensão

O Ministério da Cidadania publicou Portaria com o calendário de pagamentos e saques da prorrogação do auxílio emergencial e o detalhamento de como eles serão feitos. A Portaria consta na edição extra do Diário Oficial da União, publicada na noite da última segunda-feira (28).

Em nota, o Ministério da Cidadania informou que a primeira parcela residual do auxílio para aqueles que não são beneficiários do Bolsa Família será paga a partir desta quarta-feira (30). Os créditos terão início para os trabalhadores nascidos em janeiro. Inicialmente, a quantia será debitada na poupança digital da Caixa, como já acontece normalmente, e somente a partir de 30 de outubro os nascidos em janeiro poderão fazer o saque dos recursos (veja calendário abaixo).

O calendário segue na sequência pelo mês de nascimento do beneficiário. A parcela adicional será de R$ 300 ou R$ 600, no caso de mães monoparentais.

Não recebem parcelas de R$ 300:

– Pessoa com indicativo de óbito nas bases de dados do governo federal;
– Menores de 18 anos, exceto em caso de mães adolescentes;
– Presos em regime fechado;
– Pessoas que foram declaradas como dependente no Imposto de Renda de alguém que recebeu em 2019 rendimentos isentos não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte cuja soma seja superior a R$ 40 mil;
– Pessoas que receberam no ano de 2019 recebeu rendimentos isentos não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte cuja soma seja superior a R$ 40 mil;
– Pessoas que tinham em 31 de dezembro de 2019 a posse ou a propriedades de bens ou direitos no valor total superior a R$ 300 mil reais;
– Quem recebeu em 2019 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
– Brasileiros que moram no exterior;
– Pessoas com renda mensal acima de meio salário mínimo por pessoa e renda familiar mensal total acima de três salários mínimos;
– Quem recebeu benefício previdenciário, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda federal após o recebimento de Auxílio Emergencial (exceto Bolsa Família);
– Quem conseguiu emprego formal após o recebimento do Auxílio Emergencial.

Veja os calendários:

Primeiro pagamento

Nascidos em janeiro: depósito em 30/09 e saque em 07/11
Nascidos em fevereiro: depósito em 05/10 e saque em 01/11
Nascidos em março: depósito em 07/10 e saque em 14/11
Nascidos em abril: depósito em 09/10 e saque em 21/11
Nascidos em maio: depósito em 11/10 e saque em 21/11
Nascidos em junho: depósito em 14/10 e saque em 24/11
Nascidos em julho: depósito em 16/10 e saque em 26/11
Nascidos em agosto: depósito em 21/10 e saque em 28/11
Nascidos em setembro: depósito em 25/10 e saque em 28/11
Nascidos em outubro: depósito em 28/10 e saque em 01/12
Nascidos em novembro: depósito em 29/10 e saque em 05/12
Nascidos em dezembro: depósito em 01/11 e saque em 05/12

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em maio, recebem a primeira parcela da prorrogação;
– Aprovados que fizeram a contestação entre os dias 20 de julho e 25 de agosto, recebem a primeira parcela da prorrogação;

Segundo pagamento

Nascidos em janeiro: depósito em 30/10 e saque em 07/11
Nascidos em fevereiro: depósito em 04/11 e saque em 07/11
Nascidos em março: depósito em 05/11 e saque em 14/11
Nascidos em abril: depósito em 06/11 e saque em 21/11
Nascidos em maio: depósito em 08/11 e saque em 21/11
Nascidos em junho: depósito em 11/11 e saque em 24/11
Nascidos em julho: depósito em 12/11 e saque em 26/11
Nascidos em agosto: depósito em 13/11 e saque em 28/11
Nascidos em setembro: depósito em 15/11 e saque em 28/11
Nascidos em outubro: depósito em 16/11 e saque em 01/12
Nascidos em novembro: depósito em 18/11 e saque em 05/12
Nascidos em dezembro: depósito em 20/11 e saque em 05/12

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em maio, recebem a segunda parcela da prorrogação;

– Aprovados que fizeram a contestação entre os dias 20 de julho e 25 de agosto, recebem a segunda parcela da prorrogação;

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela em maio, recebem a primeira parcela da prorrogação.

Terceiro pagamento

Nascidos em janeiro: depósito em 22/11 e saque em 19/12
Nascidos em fevereiro: depósito em 23/11 e saque em 19/12
Nascidos em março: depósito em 25/11 e saque em 04/01
Nascidos em abril: depósito em 27/11 e saque em 06/01
Nascidos em maio: depósito em 29/11 e saque em 11/01
Nascidos em junho: depósito em 30/11 e saque em 13/01
Nascidos em julho: depósito em 02/12 e saque em 15/01
Nascidos em agosto: depósito em 04/12 e saque em 18/01
Nascidos em setembro: depósito em 06/12 e saque em 20/01
Nascidos em outubro: depósito em 09/12 e saque em 22/01
Nascidos em novembro: depósito em 11/12 e saque em 25/01
Nascidos em dezembro: depósito em 12/12 e saque em 27/01

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em maio, recebem a terceira parcela da prorrogação;

– Aprovados que fizeram a contestação entre os dias 20 de julho e 25 de agosto, recebem a terceira parcela da prorrogação;

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela em maio, recebem a segunda parcela da prorrogação;

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela em junho, recebem a primeira parcela da prorrogação.

Quarto pagamento

Nascidos em janeiro: depósito em 13/12 e saque em 19/12
Nascidos em fevereiro: depósito em 12/12 e saque em 19/12
Nascidos em março: depósito em 14/12 e saque em 04/01
Nascidos em abril: depósito em 16/12 e saque em 06/01
Nascidos em maio: depósito em 17/12 e saque em 11/01
Nascidos em junho: depósito em 18/12 e saque em 13/01
Nascidos em julho: depósito em 20/12 e saque em 15/01
Nascidos em agosto: depósito em 20/12 e saque em 18/01
Nascidos em setembro: depósito em 21/12 e saque em 20/01
Nascidos em outubro: depósito em 23/12 e saque em 22/01
Nascidos em novembro: depósito em 28/12 e saque em 25/01
Nascidos em dezembro: depósito em 29/12 e saque em 27/01

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em maio, recebem a quarta parcela da prorrogação;

– Aprovados que fizeram a contestação entre os dias 20 de julho e 25 de agosto, recebem a quarta parcela da prorrogação;

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela em maio, recebem a terceira parcela da prorrogação;

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela em junho, recebem a segunda parcela da prorrogação;

– Inscritos via site ou app que receberam a primeira parcela em julho, recebem a primeira (e única) parcela da prorrogação.

Bolsa Família

Os beneficiários do Programa Bolsa Família aptos a receber o auxílio emergencial já começaram a receber os novos valores desde 17 de setembro. São 16,3 milhões de beneficiários do Bolsa Família que receberão a extensão do auxílio.

*As informações são do Jornal do Commercio

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.