BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Máscaras em ambientes abertos do RN serão desobrigadas a partir de 16 de março, diz Cipriano Maia
Decisão foi tomada após reunião do Comitê Científico nesta segunda-feira 07
Redação
08/03/2022 | 10:23

O governo do Rio Grande do Norte definiu a data em que vai desobrigar o uso de máscaras em ambientes abertos. A partir do dia 16 de março, os potiguares vão poder optar pela sua não utilização. A medida foi confirmada pelo secretário de Saúde, Cipriano Maia, em matéria publicada pela Tribuna do Norte nesta terça-feira 08. A justificativa para a decisão é a queda do número de óbitos, casos e transmissibilidade, bem como os níveis altos de vacinação.

A definição foi discutida após reunião do Comitê Científico estadual, na noite desta segunda-feira 07. No RN, são 2.526.783 pessoas vacinadas com as duas doses, o equivalente a 79% da população potiguar. Com a primeira dose, esse número chega a 2.900.148, o que corresponde a 91%.

“O comitê analisou a situação epidemiológica do Estado, quanto ao indicador composto como a tendência de casos e óbitos e vivemos um cenário bastante confortável, em que tivemos a descida da escalada de casos. Nesta fase da pandemia chegou ao pico máximo de casos, com 4 mil por dia e voltamos a ter um número de óbitos de 15 por dia. Felizmente esse cenário voltou a ficar sob controle. Temos três dias sem anúncios de óbitos, diminuição de casos abaixo de 100 casos e acreditamos que caminhamos para um curso endêmico da doença. A partir deste cenário, o comitê recomendou que a gente pode flexibilizar as medidas restritivas, não farmacológicas, para a condução da pandemia nos próximos meses”, afirmou o secretário.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.