BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Eleições em Natal: Luiz Almir e o lema de ser “o candidato 100% Zona Norte”
Vereador pelo PSDB conta que, ao longo dos últimos dois anos, buscou recursos para ampliar a infraestrutura para os bairros da região; candidato busca o quarto mandato na sequência. Um dos focos da campanha é a moralidade e a lisura da disputa. Divulgação da candidatura dele é feita com mensagens nas redes sociais, carreatas e reuniões
Redação
06/11/2020 | 05:11

O vereador Luiz Almir (PSDB) quer chegar ao quarto mandato seguido na Câmara de Natal com o vigor renovado. Aos 68 anos, ele diz ter ainda muito trabalho pela frente, principalmente na Zona Norte da capital potiguar, o seu maior reduto eleitoral. Não à toa, o lema dele é ser “100% Zona Norte”.

O empenho dele pela região Norte da cidade — com sete bairros e mais de 300 mil habitantes — é algo natural. Morando há 33 anos na mesma casa no bairro do Igapó, ele ressalta que precisa manter a “casa sempre limpa”, antes de pensar em outras regiões da cidade.

“Eu sou 100% Zona Norte, que é o meu lema de campanha. Mas eu trabalho pela cidade inteira. Eu acredito que, por exemplo, você não vai limpar a calçada do vizinho antes de limpar a própria casa. Como é que eu vou resolver um problema na Zona Sul se estou vendo um buraco aqui perto da minha casa?”, diz.

Ele conta que, ao longo dos últimos dois anos, buscou recursos para ampliar a infraestrutura para os bairros da região. O vereador trabalhou para, junto à prefeitura, alcançar o número de 300 ruas pavimentadas e drenadas ao longo deste período.

“Estou trabalhando para fortalecer o trabalho de pavimentação da Prefeitura do Natal nos bairros da Zona Norte. Foram pavimentadas mais de 300 ruas. As obras já chegaram aos bairros de Nova Natal, Brasil Novo, Novo Horizonte e Cidade Praia. Foram pavimentadas 22 ruas só no Parque dos Coqueiros”, contabiliza.

O vereador também falou dos esforços para a reforma do Ginásio Nélio Dias, no bairro de Lagoa Azul, que foi interditado em 2016.

Outro projeto defendido por ele é o da reforma do Terminal Turístico da Redinha. A obra, com recursos estimados em R$ 24 milhões, prevê a construção de um mercado público totalmente remodelado, com deck e calçadão, além da revitalização do clube da Redinha. O objetivo é transformar a praia em novo polo turístico da cidade.

“A Redinha será o polo turístico da Zona Norte da capital. Vamos ter um novo mercado, um novo clube e todo o passeio público será alterado. O prefeito Álvaro Dias está atendendo aos pleitos da Zona Norte através de mim”, explica.

OUTRAS REGIÕES

No entanto, Luiz Almir quer ampliar a atuação parlamentar por outras regiões da cidade. Todos os dias recebe solicitações para a melhoria da infraestrutura em outras áreas da cidade. “Uma pessoa me pediu para que intercedesse por uma faixa de pedestre numa avenida de Felipe Camarão, na Zona Oeste. As pessoas daquela área estavam esperando há meses pelo serviço. Eu fui até a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), falei com a secretária Elequicina dos Santos. No outro dia, o serviço estava pronto”, lembra.

“Minha campanha é feita com pé no chão e muita conversa com o povo”, diz vereador

O vereador se diz entristecido com o andamento da campanha eleitoral deste ano. Ele conta que é alvo de ofensas gratuitas em diversos atos de campanha. O vereador prega que o processo eleitoral deve ser pautado pelo respeito — seja dos políticos ou dos próprios eleitores. A disputa partidária, segundo Luiz, não pode ser pautada pela violência.

“Eu só peço respeito na campanha. Saio para falar com o público, e recebo beijos e abraços, mas tem algumas pessoas que saem de casa para xingar. Por que tanta intolerância?”, ressalta.

Outro foco da campanha de Luiz Almir é pela moralidade e lisura da disputa. A divulgação da candidatura dele é feita com mensagens nas redes sociais, carreatas e reuniões com apoiadores. Todos os dias participa de até três encontros partidários.

“Eu tenho caminhado muito durante a campanha. Tenho 12 carros trabalhando. São veículos dos meus amigos e dos meus filhos. Não tenho nada sofisticado. Minha campanha é feita com pé no chão e muita conversa com o povo”, relata.

Durante os trabalhos de divulgação, ele reserva algum tempo para falar sobre a importância do voto e da cidadania. Moralidade é, por sinal, uma das palavras mais citadas por ele aos eleitores. “Eu estou trabalhando para moralizar a política. Esse é meu objetivo. Eu digo em todas as atividades em participo: ‘Não compro voto’. Não quero desmoralizar meu eleitor nem ser desmoralizado. Votem em mim pelo meu trabalho. Quero que a minha atuação como vereador me faça ser merecedor do voto. Espero o reconhecimento pelo meu trabalho”, explica.

COMUNICAÇÃO

Político popular, com atuação bem presente nos meios de comunicação — com programas diários na televisão e na rádio —, Luiz Almir tem o dom da comunicação com as massas. Não se furta a ajudar ou doar produtos de primeira necessidade. Sempre faz a doação de cadeiras de rodas, por exemplo. Mas, este ano, por conta das eleições, ele parou com atividade benemérita. “Não quero que digam que a minha ação foi feita em troca do voto. Eu tenho que fazer o que a lei eleitoral manda”, diz.

Luiz Almir segue à risca a lei geral das eleições (9.504/1997) — que proíbe a captação ilícita de votos — e pede que os demais candidatos façam o mesmo. “Eu acredito que o político precisa dar o bom exemplo”, aponta.

Salários congelados

O vereador também se preocupa com as despesas da Câmara Municipal. Diante da pandemia da Covid-19, segundo ele, o Legislativo precisa dar exemplo no bom uso dos recursos públicos. Ele lembrou que o Tribunal de Contas do Estado (TCE), em determinação do dia 28 de outubro, proibiu o reajuste salarial de prefeituras e Câmara Municipais.

Luiz Almir, aliás, é autor de uma lei, aprovada em 2017, que congelou vencimentos de vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários de Natal. A medida é válida, inclusive, para a próxima legislatura — entre 2021 e 2024.

Próximos projetos

Após o término das eleições deste ano, o vereador tem um desafio já definido: batalhar pelo término das obras do Pró-Transporte.
As obras na Zona Norte foram iniciadas há 10 anos, mas têm um histórico de impasses burocráticos e de falta de recursos. Em junho deste ano, o Governo do Estado assinou a ordem de serviço para a execução das obras da segunda etapa de investimentos. A etapa anunciada pelo governo estadual deve terminar em 360 dias. O valor previsto é de R$ 21 milhões.

No entanto, a terceira etapa de obras — integrando as avenidas Tocantínea, Rio Doce e Fronteiras até o Complexo Viário do Gancho — só deve ser iniciada em 2022. “Meu trabalho hoje é o de fazer com que o Governo do Estado acelere as obras do Pró-transporte. As obras estão paradas. É uma das minhas brigas para os próximos meses”, reforça.

Outro projeto que ele almeja é o da reforma do Gancho de Igapó, que é tocado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). As obras do complexo viário devem ser concluídas em dois anos. O investimento total é de R$ 60 milhões.

“Estou em cima do DNIT para que a obra seja acelerada. Imagine a valorização dos imóveis daquela região. Vai facilitar o acesso para os municípios de São Gonçalo, Ceará-Mirim e Extremoz. Hoje é um sofrimento, mas vale a pena”.

Álvaro Dias vence no primeiro turno, avalia

O vereador Luiz Almir diz que não vê com surpresa a vantagem do atual prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), nas pesquisas de intenção de voto. Ele lembra que o início da gestão foi cercado de dúvidas, pois Álvaro Dias não tinha história ligada com a capital potiguar.

“Ele me surpreendeu. Ninguém acreditava no sucesso. Carlos Eduardo Alves [ex-prefeito da capital, que deixou o cargo para disputar e perder as eleições estaduais em 2018] tinha feito um bom governo, mas Álvaro Dias o superou em apenas dois anos”, conta.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.