BUSCAR
BUSCAR
Energia
Crédito financia autogeração residencial de energia no RN
Programa já atingiu mais de 10 mil famílias, evitando a emissão de 65.000 toneladas anuais de CO2 na atmosfera. Financiamento pode chegar a 100% do valor do investimento
Redação
22/01/2022 | 09:50

O Banco do Nordeste vai investir este ano R$ 145 milhões para financiar quem queira adquirir e instalar placas solares em residências. Esse valor deve aringir mais de cinco mil famílias com implantação de autogeração solar.

O FNE Sol Pessoa Física, como foi batizado, tem prestações calculadas para ficarem no valor equivalente a 80% da conta atual de energia elétrica do proprietário do imóvel, fazendo com que as famílias que aderirem tenham a mitigação dos efeitos da inflação sobre a energia. Os juros cobrados são considerados os mais baixos do mercado, e o prazo da operação pode chegar a 96 meses, já incluída a carência de até seis meses. Segundo cálculos do BNB, o retorno do investimento é alcançado no prazo médio de 48 meses.

O financiamento pode chegar a 100% do valor do investimento, a depender do porte e localização do cliente, com limite máximo de crédito de R$ 100 mil. Em 2021, o BNB injetou R$ 125 milhões pelo FNE Sol Pessoa Física e a procura superou a expectativa da meta programada pelo Banco para o ano. Atualmente, o BNB responde por 8% de todos os financiamentos contratados para crédito de energia solar no Brasil.

Com apenas dois anos desde o lançamento, o FNE Sol Pessoa Física já atingiu mais de 10 mil famílias, evitando a emissão de 65.000t/ano de CO2 na atmosfera. O desempenho da linha resultou no Prêmio Especial Alide Verde 2021 de práticas mitigadoras de riscos ambientais ou voltadas para o desenvolvimento sustentável. Além disso, gerou mais de R 75 milhões em tributos e dois mil empregos indiretos.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.