BUSCAR
BUSCAR
França
Conor McGregor é detido após denúncia de tentativa de agressão sexual
Agência de notícias informou que McGregor também era suspeito de atentado ao pudor. No entanto, não há detalhes sobre o incidente envolvendo o astro irlandês do MMA. Em junho, McGregor anunciou nas redes sociais que estava se aposentando do mundo das lutas
Redação/ AFP
12/09/2020 | 15:48

O irlandês Conor McGregor, ex-campeão dos pesos leve e pena do UFC, foi detido quinta-feira, 10, em Córsega, na França sob suspeita de tentativa de agressão sexual, sendo libertado neste sábado, 12, sem acusações formais. As informações foram divulgadas pela AFP.

Citando autoridades de Bastia, na Córsega, a agência informou que McGregor também era suspeito de atentado ao pudor. No entanto, não há detalhes sobre o incidente envolvendo o astro irlandês do MMA.

“Após uma queixa apresentada em 10 de setembro, denunciando eventos que poderiam ser classificados como tentativa de agressão sexual e exposição sexual, Conor Anthony McGregor foi alvo de uma audiência perante os serviços da polícia, como detido”, escreveu a promotoria da cidade da Bastia, capital da Córsega, em declaração transmitida à AFP.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, McGregor foi recentemente fotografado em um evento luxuoso na região ao lado da noiva, Dee Devlin. O lutador tinha uma agenda da ilha francesa, inclusive ao lado de parte da família real de Mônaco.

Em junho, McGregor anunciou nas redes sociais que estava se aposentando do mundo das lutas. As contas do irlandês nas plataformas, no entanto, não divulgaram informações sobre o caso na França.

A advogada do lutador, Emmanuelle Ramon, disse à AFP que seu cliente “foi libertado antes do fim legal do período de detenção e sem qualquer processo judicial” após a denúncia apresentada contra Conor, descrita por sua representante legal como “abusiva”.

A assessoria de imprensa do lutador emitiu um comunicado a partir dos Estados Unidos indicando que McGregor negava “categoricamente toda acusação de mal comportamento”.

O UFC não se pronunciou sobre o assunto.

* Com informações da AFP

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.