BUSCAR
BUSCAR
Combustíveis
Congelar ICMS reduziu preço da gasolina, mas diesel subiu, aponta ANP
Imposto foi congelado por estados após fortes reajustes praticados pela Petrobras
Brasil Econômico
20/01/2022 | 18:21

O congelamento do ICMS dos combustíveis fez efeito para os motoristas, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Nos últimos meses, o preço da gasolina nas bombas caiu R$ 0,14.

Nos primeiros dias da medida, o combustível apresentou alta saindo de R$ 6,75 para R$ 6,91. O valor, no entanto, caiu para R$ 6,61 na última semana.

Além do congelamento, a Petrobras anunciou uma redução no valor no combustível nesse meio tempo. O combustível apresentou queda de pouco mais de 3%.

O diesel, por sua vez, apresentou alta de R$ 0,06, acompanhando os reajustes feitos pela Petrobras. O combustível passou de R$ 5,36 para R$ 5,42 nas últimas semanas.

Especialistas acreditam que o congelamento do imposto estadual evitou um reajuste ainda maior dos combustíveis nas bombas, mas veem um cenário diferente nas próximas semanas. O Conselho Nacional de Secretários da Fazenda (Consefaz) aprovou o descongelamento do imposto, que varia entre 25% e 30%.

A decisão acontece após a Petrobras anunciar um novo aumento no preço dos combustíveis nas refinarias. O diesel foi reajustado em 8%, enquanto a gasolina subiu 4%.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.