BUSCAR
BUSCAR
Audiovisual
Cine Poty: conheça o primeiro streaming do Rio Grande do Norte
Lançada no dia 29 de outubro, plataforma Cine Poty reúne produções de realizadores locais, é gratuita e colaborativa
Nathallya Macedo
19/11/2020 | 05:40

A produção audiovisual existe e resiste no Rio Grande do Norte. Mesmo com poucos incentivos e raros patrocínios, os artistas do setor seguem criativos e ajudam a fomentar a identidade cultural local de maneira perseverante.

Durante a pandemia da Covid-19, surgiu a ideia de construir uma plataforma virtual para continuar levando o cinema 100% potiguar para todos. Foi assim que nasceu o Cine Poty, o primeiro serviço de streaming (gratuito) do estado.

Criado pelo IFRN, por meio da Cinemateca Potiguar e Comunical, em parceria com a UFRN, através do Observatório Audiovisual Potiguar e Epa!, o projeto foi lançado no dia 29 de outubro, inspirado no formato online da Netflix, mas com os objetivos de preservar, difundir e valorizar o cinema feito por realizadores locais.

Para começar a funcionar, a equipe do Cine Poty abriu uma chamada pública por duas semanas e, nesse período, conseguiu agregar 30 filmes, 45 vídeos (entre lives, tutoriais e clipes musicais) e duas webséries, todas enviadas pelos próprios autores. O plano é abrir o site de forma contínua e permanente para recebimento do material – já a partir de dezembro.

Os produtores podem escolher registrar o conteúdo em duas modalidades: para exibição ou somente para fins de pesquisa, com informações técnicas acerca das produções. A tendência é que a variedade dos filmes aumente ao longo do tempo, com a disseminação da plataforma no cenário local.

A professora do IFRN Cidade Alta e coordenadora do projeto, Mary Land Brito, contou ao Agora RN que o Cine Poty é uma contribuição importante para dar visibilidade aos produtores e aos trabalhos deles, que muitas vezes não são consumidos justamente por falta de divulgação. “É uma ação colaborativa. Não adiantava ter a ideia sem ter pessoas para fazer acontecer, sem ter realizadores para enviar os filmes. Temos ótimos artistas que só precisam de espaços”, disse.

Além de funcionar como uma plataforma de streaming, o Cine Poty é ainda um banco de dados aberto que reúne informações dos profissionais potiguares, dispondo de uma aba destinada à essas pessoas que fazem o audiovisual no estado para que possam cadastrar os currículos e demais experiências na área.

“Vale tanto para quem já tem um vasto portfólio quanto para quem é iniciante. As empresas, por exemplo, podem procurar os profissionais no portal de acordo com o perfil de cada um”, apontou Mary. Até agora, 34 pessoas registraram os perfis no site.

Cine poty: conheça o primeiro streaming do rio grande do norte
Sala de exibição no IFRN. Foto: Cedida

Quem faz o Cine Poty

Professores do IFRN Natal Cidade Alta: Mary Land Brito, Paulo Guilherme, Priscilla Fontenele, Rafaela Bernardazzi e Vanessa Paula Trigueiro;

Alunos IFRN CAL: Alberte Lucas, Ana Julia Assis, Arthur Jacques, Gislanne Karoline, Ilana Vasco, Izac Bruno, Jane Gomes, Júlia Maia, Leticya Miranda, Luiza Kalyne, Maria Eduarda da Hora, Mateus Freitas, Renata dos Passos, Rosanya Azevedo e Yan Davison;

Comunidade Externa: Professora Janaine Aires (UFRN), Adriele Dantas, Alessandro Maia, Igor Ribeiro, Jaimerson Araújo, Maria Luisa de Brito e Rebeca Souza.

Cine poty: conheça o primeiro streaming do rio grande do norte
Parte da equipe por trás do Cine Poty. Foto: Cedida
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.