BUSCAR
BUSCAR
Música
Artista natalense lança clipe romântico e fala sobre nova fase da carreira
Natalense de 20 anos, Douglas Delrey acaba de lançar um clipe sobre histórias de amor distintas. Ao Agora RN, ele contou que pretende deixar o trap para mergulhar na nova MPB em breve
Nathallya Macedo
13/11/2020 | 06:30

Subgênero do rap, o trap mistura batidas eletrônicas com rimas para criar um estilo romântico e, ao mesmo tempo, agressivo. As “lovesongs” (músicas de amor, em tradução livre) são entoadas por grandes artistas como Travis Scott e Post Malone, destaques na cena internacional. No contexto local, vários grupos e rappers solo estão criando trabalhos admiráveis dentro do trap – como é o caso de Douglas Delrey.  

O artista natalense de 20 anos acaba de lançar o clipe da música “Te Buscar”, gravado com a participação das atrizes potiguares Isadora Gondim e Fernanda Cunha, além do músico Dokin. “Contamos duas histórias de amor distintas no vídeo. Uma é sobre um casal que discute bastante, e que não conseguimos entender se os dois se acertam no final. A outra é sobre um casal que também é complicado, mas que é apaixonado”, contou Douglas.  

Mesmo recente, a carreira de Delrey já chama a atenção. Ele lançou anteriormente duas parcerias: “Moça”, com Thor, e “Lingerie”, com Marinho. Esta última ganhou destaque na internet, atingindo meio milhão de visualizações no YouTube. Nos versos, declarações um tanto sentimentais. “Poesia no brilho do olhar/Calmaria como o pôr do sol/Perfeição como as ondas do mar/Com você eu não me sinto só”. 

Mudança  

Apesar de se identificar com o trap e de reconhecer a importância do gênero, o artista pretende seguir por outro caminho no próximo ano. Ele quer apostar na chamada “nova MPB”, que pode ser definida como um resgate da sonoridade típica brasileira ao violão, com voz suave e temas românticos. O movimento é representado principalmente por jovens artistas que surgem na internet. 

A “nova MPB” também é considerada um gênero híbrido. A cantora pernambucana Duda Beat, por exemplo, carrega um olhar mais brega para as melodias; já o duo ANAVITÓRIA abrange uma sonoridade meio folk, que flerta com o sertanejo raiz; e, no rap, artistas como Criolo e Emicida brincam de levar o samba com frequência para as produções.  

É isso que Douglas pretende fazer. “Estou no processo de entender melhor minhas referências. Escuto bastante as músicas da banda Lagum, gosto do estilo do cantor Vitor Kley… essas influências são essenciais para acrescentar personalidade ao meu som. Acaba se tornando uma mistura única. Já tenho quatro faixas compostas para o meu primeiro EP, que vai se chamar ‘Planeta Xodó’. A coletânea deve sair em 2021 e vai marcar essa nova fase da minha carreira”, afirmou.  

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.