BUSCAR
BUSCAR
Lançamento
Alexandre lança clipe de “Veraneio”, concebido a partir das medidas de isolamento social
Cantor e compositor, Alexandre lança nesta terça-feira 27 o clipe de “Veraneio”, música que fortalece laços afetivos – mesmo que a distância
Nathallya Macedo
27/10/2020 | 05:45

A pós chamar atenção com a entrega emocional e íntima presente em seu disco de estreia, “Agosto”, lançado no início de 2020 pelo selo Rizomarte Records, o cantor e compositor Alexandre retoma a temática das relações humanas no clipe de “Veraneio”, que será lançado nesta terça-feira 27. Concebido a partir das medidas de isolamento social, o artista convidou mais de 40 amigos e personalidades do cenário cultural potiguar para o vídeo, através de gravações caseiras.

Este é o primeiro videoclipe oficial de “Agosto”, onde o artista passeia por diferentes fases de um amor, da paixão platônica ao amadurecimento. Trazendo as relações para o centro do próprio trabalho, ele fez do vídeo uma síntese das artimanhas que adotamos para estar em contato com as pessoas queridas – mesmo através de encontros virtuais.

“Agosto” foi, para Alexandre, um encontro consigo mesmo. Com produção musical de Vikos e Zé Caxangá, o disco trouxe um clima oitentista e de pop romântico, carregado de baterias eletrônicas e sintetizadores, para uma sonoridade altamente pessoal. Anteriormente, O single “Veraneio” foi composto ao lado de Gustavo Arruda (Plutão Já foi Planeta) e revelou a aura pop e romântica, inspirada pelo relacionamento entre dois homens.

Com o clipe, “Veraneio” sai do âmbito pessoal para entrar no coletivo, mostrando como há tanto em comum. Atuante há mais de uma década na cena musical de Natal, Alexandre começou a carreira musical em 2006 como vocalista da Banda Desventura, onde ficou até meados de 2015. Já passou por vários outros trabalhos, dentre eles o Projeto Trinca entre 2009 a 2012, que gravou e lançou o CD “O nosso disco dava um filme” (2011). Há cerca de oito anos, o artista é frontman da Banda Cafonaite, grupo musical que faz versões do cancioneiro romântico brasileiro, influenciadas pelo brega.

Ao Agora RN, Alexandre contou como foi o processo de composição do disco e revelou como foi o processo de criação de “Veraneio”. Confira:

AGORA RN – Como foi a composição de “Agosto”, álbum importante de estreia?

ALEXANDRE
– “Agosto” é meu primeiro disco solo e foi bastante esperado e idealizado. As letras do disco eu já venho desenvolvendo há uns 4 anos. Como um disco tem um mote só, um tema, então ele foi acontecendo. Fui descobrindo e gostando do processo, cada dia mexendo numa letra, tirando alguma coisa, acrescentando outra, entende? O que será impossível depois que você coloca o primeiro filho no mundo porque vem de todo lado a cobrança pra fazer um segundo, né? O tempo de vida de um disco hoje é muito curto, o que é uma pena, na minha opinião. Porque um disco é uma obra, tem um motivo ele existir. Não deve ser descartado tão rapidamente.

AGORA RN – Por que você escolheu “Veraneio” para o clipe?

ALEXANDRE
– “Veraneio” é o primeiro clipe do disco. Essa pandemia frustrou os meus planos em relação ao disco e em relação a quase tudo, aliás, frustrou gente pra caramba aí afora. Esse clipe era pra ter saído bem antes, tínhamos um outro roteiro pra ele, quase a mesma premissa, mas tivemos que mudar para nos enquadrar a esse “novo velho normal”. Essa faixa é a mais pop do disco, e Gustavo, assim como todos da Plutão Já Foi Planeta, tem uma pegada pop bem característica. Respeito muito a banda e admiro a musicalidade dele. Então, quando terminei de escrever a letra, veio a pergunta “pra quem eu vou mandar essa letra?”. A resposta imediatamente foi Gustavo Arruda.

AGORA RN – Como surgiu a ideia de convidar vários amigos da cena musical potiguar para o clipe de “Veraneio”?

ALEXANDRE
– A ideia foi modificada mas partia do mesmo conceito: reunir o povo. E agora tudo isso faz sentido, uma vez que tudo que mais quero é aglomerar de forma segura. Como ainda não podemos ou como ainda não devemos, a melhor forma foi que cada um mandasse o próprio vídeo, escutando e digerindo a música, que ficassem bem livres. Quem sabe dançar, dançou… quem sabe cantar, cantou… quem sabe fazer muganga, fez muganga e ficou esse clipe lindão. Bem, sou suspeito pra falar, mas amei o resultado e espero que todos possam receber dessa forma. O objetivo é celebrar com os meus. Ali tem meu amor, família, tem amigos, colegas, fãs, pessoas que admiro demais… foi pra celebrar!

AGORA RN – Qual é a mensagem geral do disco “Agosto”?

ALEXANDRE
– O disco é a síntese de sete anos de relacionamento. Agora sete anos e meio, quase. Por tudo que passa o amor, e ainda mais no amor de duas pessoas do mesmo sexo: o amor apaixonado, as brigas, as pazes seladas, o dia a dia, o futuro, o passado… tudo isso são questões para o disco. Mas acho que a principal mensagem é a celebração do amor, o privilégio de entender quem sou, de entender que sou minoria. Imagine, eu posso fazer um disco pra enaltecer o meu amor por uma pessoa do mesmo sexo. Então, queria que o álbum servisse de esperança também, pra não nos envergonharmos de quem somos, de como somos. Não questionar e nem se revoltar por ser, mas agradecer por ser! Não somos vergonhas e devemos ter nossos amores, nossas manifestações, nosso trabalho, nossa vida em pauta.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.