BUSCAR
BUSCAR
Condenados
Acusados por assassinato de jovem em Mossoró são condenados a 80 anos de prisão
Jovem foi morta por ser irmã de um líder de uma facção criminosa rival
Redação
25/11/2020 | 19:33

O Conselho de Sentença do Tribunal Juri Popular de Mossoró condenou nesta quarta-feira 25, três acusados pelo assassinato da adolescente Geane de Melo Nogueira, morta em novembro de 2018 após ser raptada de casa, torturada e ter seu corpo queimado pelos criminosos.

Três dos quatro acusados pela morte brutal da adolescente Geane de Melo Nogueira foram condenados juntos a 80 anos de prisão em regime fechado. A quarta acusada não pôde ser julgada nesta quarta e aguarda a próxima pauta do Tribunal.

A sessão de julgamento terminou no final da tarde, condenando Fábio David da Silva Aquino a 26 anos; Danilo Souza de Lucena, condenado a 24 anos e Maria Luisa de Moura Diogenes, condenada a 30 anos de prisão. Todos terão que cumpri sua pena inicialmente em regime fechado.

Segundo os autos do processo, a adolescente, que na época tinha 13 anos de idade, foi morta, por ser irmã de um integrante de facção criminosa rival. Ela foi raptada de dentro de sua casa – na Rua Pupunha, no bairro Dom Jaime Camara – por um grupo de no mínimo sete pessoas e espancada pelas ruas do bairr. A jovem ainda foi torturada, assassinada com requintes de crueldade e teve o corpo queimado pelos criminosos. Dois dias depois o corpo foi encontrado queimado em um matagal da Favela do Velho, no bairro Malvinas.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.