Cadeia
PF prende mulheres e faz apreensão recorde de maconha no aeroporto de Natal; VEJA VÍDEO
Mulheres foram presas na noite desta quarta-feira (24)
Por Redação - Publicado em 25/06/2020 às 07:29

Duas mulheres foram presas na noite desta na noite desta quarta-feira (24) com quase 60 quilos de maconha na sua bagagem. A Polícia Federal deteve as mulheres no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, região Metropolitana de Natal.

Uma manicure, gaúcha, de 24 anos, e uma dona de casa, paranaense, de 27 anos, transportavam 59,45 kg de maconha em sua bagagem.

Em trabalho de fiscalização, os policiais entrevistavam passageiros na área do desembarque doméstico e tiveram a atenção despertada para duas mulheres que haviam chegado em um voo que teve origem em Florianópolis/SC.

Inicialmente, as detidas informaram que estavam viajando a passeio e que ficariam hospedadas em Ponta Negra, mas estranhamente não tinham passagem de volta e nem souberam informar a data do regresso. As suspeitas dos policiais aumentaram no momento em que foi pedido para elas abrirem a bagagem, quando então, ficaram nervosas e disseram não possuir as chaves.

Em seguida, as acusadas foram conduzidas para a sala da Polícia Federal, onde foi feita a abertura forçada dos cadeados e logo constatado que um total de 52 tabletes de maconha estavam distribuídos no interior das quatro malas. De imediato, elas receberam voz de prisão e foram encaminhadas para autuação na sede da PF, em Lagoa Nova.

Durante o interrogatório, as mulheres se recusaram a responder as perguntas da autoridade policial e invocaram o direito constitucional de permanecerem em silêncio.

Indiciadas por tráfico interestadual de drogas, as acusadas permanecem custodiadas na Superintendência da Polícia Federal, à disposição da Justiça.
Esta foi a maior apreensão de substância entorpecente realizada pela Polícia Federal no aeroporto em toda a história, superando a marca anterior que era de 47,44 kg. Somente em 2020, a PF já apreendeu ao todo, 121,49 kg de maconha naquele terminal de passageiros.

A Polícia Federal é a única instituição à qual a Constituição Federal atribui expressamente a responsabilidade de prevenir e reprimir o tráfico ilícito de drogas. O flagrante realizado foi uma ação relacionada à 22ª Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, celebrada em todo o país de 22 a 26 de junho e instituída pela Lei nº 11.343/2006.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

PF prende suspeito de atacar agentes de segurança