BUSCAR
BUSCAR
Facção criminosa se instala no Rio Grande do Norte e promove série de sequestros relâmpagos
Surto de ocorrências criminais, nos últimos 15 dias, levanta hipótese da ação de uma grande quadrilha de bandidos que estaria atuando na Região Metropolitana da Grande Natal
Redação
12/03/2016 | 13:01

Um surto de ocorrências criminais nos últimos dias tem levado autoridades do Rio Grande do Norte a trabalharem com a possibilidade de que integrantes de uma facção criminosa tenha se instalado no Estado nas últimas semanas. Municípios da região metropolitana de Natal, que fazem fronteira com Natal, estão sendo alvos da ação dos bandidos.

De acordo com informações apuradas pelo portal Agora RN, nos últimos 15 dias diversas ocorrências em cidades como Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo e São José de Mipibú foram registradas de modo “anormal”. “Tudo leva a crer que esteja havendo uma ação de um grupo criminoso que tenha se instalado para agir nesses municípios”, afirma uma autoridade, que pede anonimato.

O sequestro do casal de médicos, desvendado ontem, teria feito parte da ação desses bandidos. Na semana passada, um membro do alto escalão de uma Prefeitura da região metropolitana também foi alvo da ação de sequestradores, tendo passado cerca de sete horas nas mãos dos criminosos dentro de um veículo tomado de assalto.

Além de sequestros, uma onda de assaltos, roubos e outros crimes se alastra e foi registrada. A situação em Parnamirim seria uma das mais graves, seguida de Macaíba, São Gonçalo e São José.

 

MODUS OPERANDI

A atuação dessa suposta facção nos municípios da Grande Natal encontraria razões logísticas. Devido o engarrafamento constante na capital, os bandidos estariam optando por agir nessas localidades que fazem fronteira com a capital, devido à riqueza da região e à existência de abundantes rotas de fuga.

Macaíba, Parnamirim, São Gonçalo e São José são considerados os principais gargalos logísticos da Segurança na Grande Natal. São municípios rota de fuga para a criminalidade. E não há efetivo suficiente nem um trabalho estratégico eficiente nesse setor.

Informações dão conta de que estradas de barro e vicinais nesses municípios são utilizadas comumente pelos bandidos como rota de fuga. Algumas dessas estradas permitem aos bandidos atravessarem todo o Estado, chegando até a Paraíba, sem terem de transitar pelas rodovias.

O fato é que de 15 dias para este fim de semana o número de ocorrências multiplicou. “Os bandidos teriam descoberto que roubar carro em Natal é mais difícil, devido os engarrafamentos, que inibem a saída de Natal. Sair por Parnamirim, São José, São Gonçalo e Macaíba é mais fácil, pois tem várias passagens, rotas de fuga e duas BR’s”.

A saída para tal situação, segundo especialistas, seria intensificar o patrulhamento nas rotas de fuga dessas cidades. A Secretaria de Segurança Pública do RN não confirma a presença dessa suposta facção criminosa no Estado.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.