BUSCAR
BUSCAR
Luta
Ex Miss Brasil conta drama da luta contra o câncer: ‘Não queria me ver careca’
Gi Charaba teve o diagnóstico do câncer aos 30 anos; com o fim da quimioterapia, ela quer retomar a carreira
Por Redação
21/05/2017 | 19:49

Modelo e participante do Miss Brasil em 2003 representando o Acre, Gi Charaba, descobriu um câncer de mama em agosto de 2015, aos 30 anos. O diagnóstico veio num momento em que a modelo estava cheia de trabalhos e com pouco tempo para cuidar da saúde. E justamente nesse período viu sua vida virar de cabeça pra baixo.

Parte da rotina vivida durante o tratamento ela relata na sua página do Instagram (@gicharaba). Tem dias tristes, outros de fé e esperança. Agora, por exemplo, a modelo ainda comemora o fato de há dois meses ter se livrado das sessões de quimioterapia.

“Hoje fazem dois meses que terminamos o nosso trabalho! E espero não te ver nunca mais! Porém te respeitarei pro resto da vida, (e essa vai ser longa), e nosso caso de amor e ódio vai ser contado e recontado por aí… haaa e os cabelos, eles estão vindo! Vc falou que eles voltariam, e que tudo iria passar, tá passando … obrigada por tudo! Mas, tchauzinho, Adeus!”.

w54yw45u 1

Se hoje o momento é de comemorar por ter passado por uma fase bem desgastante do tratamento, a modelo já teve dias de postagens em que relatou o quanto cruel é a rotina de um paciente com câncer. “…Aliás como essa doença é punk … pra se curar, seu tratamento é longo, pode te debilitar, vc é obrigada a desacelerar, a repousar, ( na marra) , não pode pegar sol, não pode comer doce, não pode beber álcool, não pode farinha branca, vc pode emagrecer ou engordar, evitar ambientes fechados, seu cabelo vai cair, seus pelos tbm, sua pele resseca, suas unhas escurecem… aff… ainda não acabou não… tem uma lista enorme de coisas que acontecem com vc…”.

w54uw8 1

A modelo que desfilou de lingerie para grandes marcas do ramo, foi dublê de corpo de Ivete Sangalo em três comerciais de TV e apareceu em clipes musicais, também não perde a oportunidade de agradecer pela vida. “Hoje em dia eu sorrio até se vou ao banheiro, comemoro como se fosse um gol!!! Kkkk jurooo!!!”, comentou em outra postagem na rede social. Tem dias de otimismo, mas também tem aqueles mais difíceis, como o do período da quimioterapia. “Estou na segunda #quimioterapia vermelha e ó, ela deu uma derrubada viu… boca seca, nariz seco, tudo seco ????, gosto horrível na boca, enjoos de todos os tipos, barriga pesada, tudo com gosto diferente e um cansaço que até o celular está pesado …”.

aergaer

Gi Charaba também compartilhou com os seguidores o momento em que os cabelos começaram a cair e a dificuldade de se olhar no espelho com a nova aparência.  “E essa sou eu…  Eu maquiada, com blush rosa pra dar cara de saudável kkkk, escurecendo as sombrancelhas que antes nunca foram pintadas… me adaptando a minha nova cor de pele, olheiras, e uma prótese na cabeça, tentando imitar o meu cabelo LINDOOOOO ….é tô diferente sim, por dentro e por fora…”.

Acostumada a ganhar dinheiro com a sua beleza, a modelo sofreu alguns baques com as mudanças na aparência, principalmente com a perda dos cabelos. “É, o cabelo é o primeiro monstro que vc enfrenta no começo do tratamento, é o pior… ele mostra pra vc o tempo inteiro que vc está em tratamento, que 15 dias depois da primeira quimioterapia ele começa a se desprender da sua cabeça, da sua vida, faz vc ter raiva do mundo…, mostra como num passe de mágica a sua Cara muda, e muda…”

wyw5y

Com o fim da quimioterapia, ela planeja agora a sua reinserção no mercado de trabalho. E nesse momento, a insegurança bate forte. Será que o mercado tem espaço para uma modelo em tratamento oncológico?  “Inexplicável sensação de renascimento… olho e olho de novo e vejo que é VERDADE sim… e que continuem vindo, que seja abençoados, que me traga VIDA nova, que eu consiga de verdade me recolocar no trabalho, que eu prove por A+B que, existe um mundo para pacientes oncológicos, e que esse mundo não é só dor!”

E diz mais: “Que eu seja grande, que eu vença todas as batalhas, que eu use de escudo as minhas cicatrizes, que elas sejam motivo de GLÓRIA e ALEGRIA, que eu seja espelho, que eu seja MODELO SIM, modelo de auto estima, modelo sem o osso, modelo que trabalhou durante a químio, que quer trabalhar de qualquer jeito, que quer ajudar quem ajudou e ajuda ela, essa MODELO, quer ser modelo pra vc!”.

w547w47

 

Fonte: Correio 24h

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.