BUSCAR
BUSCAR
Risco
Com medo de morrer, Eliana diz que fez testamento antes de Manuela nascer
Eliana teve deslocamento de placenta durante a gestação, hemorragia e passou por uma cirurgia no útero quando estava na 11ª semana
Redação
25/05/2018 | 15:19

Aos 44 anos, Eliana é mãe de Arthur, de seis anos, e Manuela, de oito meses. Com gestações bem diferentes – a segunda foi de risco -, ela conta que teve crise de pânico antes de a caçula nascer e chegou a fazer um testamento, pois tinha medo de morrer.

“Um dia antes de a Manuela nascer, tive uma síndrome, um pânico, fiquei com medo de morrer. Fiz testamento. Fiz tudo o que você pode imaginar como despedida. Até passei o código do meu celular para duas amigas. Tive um surto mesmo”, disse a apresentadora em entrevista à revista Crescer.

Eliana teve deslocamento de placenta durante a gestação, hemorragia e passou por uma cirurgia no útero quando estava na 11ª semana. Para cuidar da saúde dela e da filha que estava por vir – ela já tinha passado por um aborto espontâneo -, ela ficou cinco meses em repouso absoluto, afastada das gravações no SBT.

“Ele [Silvio Santos] se assustou, não pelo trabalho, mas porque não tinha noção da gravidade. Foi muito carinhoso e me disse: ‘Esquece o trabalho agora. Vai cuidar da sua família’. Essa frase foi muito acolhedora naquele momento”, conta a apresentadora.

Sobre a relação entre os filhos, Eliana conta que Arthur adora brincar com Manuela e se tornou mais independente depois que ela nasceu. “Às vezes, ele aparece com a bermuda ao contrário, uma meia lá em cima e a outra lá embaixo. Ele não sabia amarrar o tênis e aprendeu de uns meses para cá. Está se virando – e está gostando”, diz.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.