BUSCAR
BUSCAR
Senador afirma que RN tem um “trunfo” para ganhar hub da TAM

18/05/2015 | 10:46

O senador José Agripino (DEM) afirma que aposta na vitória de Natal e São Gonçalo do Amarante na disputa pelo Hub que a Tam vai instalar no Nordeste. Apesar de disputar com Recife e Fortaleza, que têm economias mais fortes que a da região metropolitana da capital potiguar, ele afirma que o Rio Grande do Norte tem um trunfo: a refinaria de QAV (combustível utilizado na aviação) da Petrobrás.

“Há algo que ninguém tem: a luta que levamos a efeito e não tivemos êxito (com a refinaria que foi para Pernambuco) produziu uma minirefinaria que hoje é especializada em produzir QAV e a Petrobras, que é dona da minirefinaria, pode estabelecer condições de competitividade a partir de um preço de produto que é fabricado por essa minirefinaria”, defendeu o senador ainda na entrevista publicada na Tribuna do Norte deste domingo (17). A refinaria a que se refere o senador é localizada em Guamaré, na região salineira do Estado.

Agripino ainda ressaltou que a posição geográfica privilegiada de São Gonçalo do Amarante e a pista do aeroporto são pontos que contam muito a favor. Neste último quesito, destacou ele, “nós ganhamos para todos”.

“Mais do que aposto, acho que é a coisa mais importante em matéria econômica que poderá acontecer para nossa capital, nossa região metropolitana com reflexos para economia do Estado será esse hub. Tivemos uma reunião no Ministério do Turismo, com o governador Robinson Faria, o secretário Rui Gaspar e a bancada federal, alinhando procedimentos. A disputa é da região metropolitana de Natal com Fortaleza e Recife”, disse.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.