BUSCAR
BUSCAR
“Pibinho” de Natal é fator negativo na conquista do HUB da TAM

21/05/2015 | 16:10

O fraco desempenho de Natal na economia, com Produto Interno Bruto (PIB) de pouco mais de R$ 12 bilhões/ano, poderá ser fator negativo para a conquista do HUB (centro de conexões de voos). Recife tem PIB de R$ 30 bilhões e Fortaleza de R$ 42 bilhões.

Otimista em relação à conquista do HUB da TAM para o RN, o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, José Álvares Vieira, alerta para o ponto fraco do Estado:

“Acho que, tecnicamente, o estado está bem. Temos um aeroporto com pista larga, que serve para o A-380 pousar, privado, novo e com áreas que possibilitam crescimento. Mas tem um detalhe que compromete: o fluxo de passageiros”, diz.

“Se comparar a cidade de Recife, com várias fábricas, dentro de um Estado mais populoso, ficamos bem atrás. Para nossa sorte, a TAM examinará condições de médio e longo prazo”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.