BUSCAR
BUSCAR
Queda
Petróleo recua apesar de prolongamento de cortes de produção
Petróleo Brent, negociado em Londres, recuava 0,61 dólar, ou 1,13 por cento, a 53,35 dólares por barril, às 8:41 (horário de Brasília)
Reuters
25/05/2017 | 10:39

Os preços do petróleo caíam nesta quinta-feira, 25, enquanto ministros da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) se reúnem para decidir por quanto tempo vão prolongar os cortes de produção, em uma tentativa de enxugar um excesso global de oferta que tem pressionado os mercados por quase três anos.

O petróleo Brent recuava 0,61 dólar, ou 1,13 por cento, a 53,35 dólares por barril, às 8:41 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos caía 0,67 dólar, ou 1,3 por cento, a 50,69 dólares por barril.

Um membro da Opep disse na reunião em Viena que o grupo de 14 produtores de petróleo concordou em prolongar os cortes de produção por nove meses, até março de 2018.

Mas isso decepcionou alguns investidores que esperavam que a Opep pudesse reduzir a produção ainda mais para enxugar os estoques mais rapidamente.

“É uma decepção que a Opep não tenha feito mais para equilibrar os mercados”, disse o analista de mercados de energia da consultoria suíça Petromatrix, Olivier Jakob.

“Uma extensão de nove meses dos cortes de produção já estava precificada. Isto mostra que não há muito mais que a Opep possa fazer”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.