BUSCAR
BUSCAR
Prazo
Pausa da prestação de imóveis terá agora 180 dias; veja como adiar
Depois desta segunda-feira (27), o cliente deve solicitar o aumento do período de pausa no pagamento pelo aplicativo Habitação Caixa ou por telefone
R7
27/07/2020 | 06:32

A pausa para o pagamento das prestações do financiamento imobiliário da Caixa Econômica Federal será estendida a partir desta segunda-feira (27) por mais 60 dias, totalizando 180 dias. Até o momento, o número de contratos que tinham pausa de 120 dias chegava a 2,4 milhões, num total de R$ 8,6 bilhões.

A ampliação não é automática. Por isso, o cliente deve solicitar o aumento do período sem pagar a prestação, por meio do aplicativo Habitação Caixa ou pelos telefones 3004-1105, 0800-726-0505, opção 7; 0800-726-8068, opção 2 – 4. A previsão é que acrescente mais R$ 4,4 6 bilhões no valor total de prestações pausadas.

A medida vai beneficiar os contratos realizados por meio do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ (Faixas 1,5, 2 e 3) e do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos).

Segundo o banco público, os clientes pessoas física e jurídica que já tiveram a pausa temporária de 120 dias concluída poderão prorrogar o prazo por mais 60 dias. E quem ainda não optou por essa alternativa também poderá solicitar a pausa de 180 dias.

Caixa explica que, para as empresas, a opção de pausa é válida para os financiamentos à produção de empreendimentos e para os financiamentos de aquisição e construção de imóveis comerciais (modalidade individual). “As opções de pagamento parcial dos encargos ou carência também serão estendidas para até 180 dias, porém não poderão ser utilizadas em conjunto com a pausa”, diz o banco.

A medida faz parte das ações do banco para oferecer aos clientes alternativas para enfrentar os efeitos causados à economia pela covid-19. “Estender a pausa é mais uma medida importante do banco no suporte ao planejamento das famílias brasileiras nesse período de pandemia e à retomada da economia”, diz o presidente do banco, Pedro Guimarães.

A Caixa já registrou mais de 2,1 milhões de solicitações pelo aplicativo Habitação Caixa, além de cerca de 170 mil atendimentos pelo telesserviço.

Durante o período de pausa, o contrato não está isento da incidência de juros remuneratórios, seguros e taxas, informa. Os valores dos encargos pausados são acrescidos ao saldo devedor do contrato e diluídos no prazo remanescente. A taxa de juros e o prazo contratados inicialmente não sofrem alteração.

Como solicitar?

Para as pessoas físicas, um dos principais canais é o Aplicativo Habitação Caixa. Ao acessar o aplicativo, o cliente deve clicar na opção “solicitar pausa emergencial”. Depois, será preciso realizar o login. Em seguida, é preciso ler as orientações e clicar em “próximo”. Na etapa seguinte, o cliente informará seu número de celular e autorizará a Caixa a enviar SMS sobre a solicitação. Por fim, basta clicar em “solicitar pausa”.

Há outros canais?

Além do aplicativo, a Caixa disponibiliza um número de WhatsApp (0800-726 8068) e o Telesserviço (telefones 3004-1105 para capitais ou 0800-726 0505 para demais cidades, opção 7). O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, exclusivamente para os contratos de pessoas físicas.

O que fazer no caso de uma empresa?

O cliente pessoa jurídica deverá entrar em contato com seu gerente para solicitar a pausa no pagamento de prestações. O atendimento da Agência Digital tem um WhatsApp para todos os clientes correntistas e poupadores da Caixa. Por meio da digitação da agência e do número da conta, o cliente será direcionado para atendimento na sua agência de forma remota.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.