BUSCAR
BUSCAR
Casa própria
Megafeirão das Construtoras inicia hoje
Principais construtoras potiguares irão apresentar os empreendimentos nos melhores bairros de Natal
Redação
12/03/2020 | 05:00

A Imobiliária Caio Fernandes e o Sindicato das Empresas da Construção Civil no Rio Grande do Norte (Sinduscon) promovem nesta quinta-feira (12) o Megafeirão das Construtoras. As atividades irão acontecer no Shopping Midway Mall e no Natal Shopping.

A principais construtoras potiguares irão apresentar os empreendimentos nos melhores bairros de Natal, além de opções nas praias de São Miguel do Gostoso e Pirangi do Norte. Os estoques que há 3 anos eram perto 6 mil imóveis, hoje não passam de 1,5 mil.

Segundo empresário Caio Fernandes, responsável pela organização do evento, o grande diferencial deste megafeirão é que ele vai acontecer, de forma simultânea, nos dois maiores centros de compras de Natal: Midway Mall e Natal Shopping. Serão cinco construtoras, 11 empreendimentos.

Ainda segundo Caio Fernandes, o cliente poderá encontrar imóveis para morar, mudar ou investir com preços entre R$ 201 mil a R$ 1,5 milhões. “Estaremos com uma equipe à disposição para apresentar as melhores condições de compra para nossos clientes, é um grande momento de negociações. Eles terão à disposição imóveis prontos, semiprontos, imóveis na praia, mas todos com preços abaixo do mercado. O cliente poderá realizar simulações e encontrar a melhor solução de negociação”, detalhou.

O empresário diz, ainda, que como as construtoras estão vendendo as suas últimas unidades, novos projetos serão lançados. “É aproveitar as facilidades de negociação e os preços diferenciados que estão sendo oferecidos hoje pelas construtoras”, encerra Caio Fernandes.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.