Canal Fale Fácil
CRCRN cria canal para tirar dúvidas dos potiguares sobre o auxílio emergencial
Dúvidas mais recorrentes sobre o auxílio emergencial que chegam ao canal do CRCRN são sobre transações de depósito e transferência
Por Redação - Publicado em 16/06/2020 às 20:07
Agência Brasil
Equipe de profissionais que fazem parte do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC) respondem dúvidas através de e-mail
Publicidade
J á pensou em um canal acessível e local para tirar suas dúvidas sobre o auxílio emergencial? Através do Canal Fale Fácil, uma iniciativa do Conselho Regional de Contabilidade do RN (CRCRN), qualquer cidadão que não seja contador pode ter o seu questionamento respondido por um profissional e ser orientado sobre procedimentos importantes neste momento de pandemia.  

As pessoas interessadas enviam e-mail para [email protected] com sua pergunta, e uma equipe de profissionais que fazem parte do Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC) realiza uma triagem, distribuindo os questionamentos aos voluntários e respondendo aos cidadãos.

"É um projeto móvel, porque atende às demandas do momento", explica a vice-presidente de Política Institucional do CRCRN, Sabrina Viana. "Hoje a temática que está em discussão é o Auxílio Emergencial, mas de acordo com os próximos cenários, poderemos mudar. Por isso contamos com a adesão de contadores que queiram ser voluntários", diz.

De acordo com Sabrina, as dúvidas mais recorrentes sobre o auxílio emergencial que chegam ao Canal Fale Fácil são sobre transações de depósito e transferência, o uso do aplicativo e principalmente a respeito da possível devolução dos valores em caso de restabelecimento financeiro em 2020.

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia da Covid-19.

O PVCC tem como objetivo fomentar o voluntariado na classe contábil, atendendo e auxiliando cidadãos no estado e no país. "Assim nos tornamos profissionais mais unidos em torno de uma causa", afirma Sabrina. "O programa também torna mais visível as ações do conselho para a sociedade".


Continuar lendo

Publicidade
Publicidade