BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Paraná negocia com a Rússia produção da vacina contra Covid-19
Imunizante dos russos teve resultados positivos nas etapas preliminares, que indicam a segurança e a provável reação imune
Redação
27/07/2020 | 08:52

Depois de São Paulo negociar com a China, o governo do Paraná procurou a Rússia para produzir produzir no Estado a vacina russa contra a Covid-19.O imunizante dos russos também teve resultados positivos nas etapas preliminares, que indicam a segurança e a provável reação imune que o antígeno provoca no organismo humano contra o novo coronavírus.

O Paraná pretende assinar um acordo de cooperação técnica com a Rússia para a produção da eventual vacina em terras paranaenses.

O encontro

A assinatura do acordo pode acontece no mês que vem. O embaixador da Rússia no Brasil, Segey Akopov, deve ser reunir na primeira semana de agosto com o governador do Paraná, Ratinho Junior.

A expectativa é de que o encontro sele a parceria para a produção da vacina, embora ainda não exista uma previsão para a conclusão dos estudos.

Os russos anunciou este mês que o imunizante desenvolvido por lá passou nos testes. Assim, a Rússia passou a ser o primeiro país do mundo a concluir testes em humanos.

“A pesquisa foi concluída e provou que a vacina é segura”, disse Yelena Smolyarchuk, chefe do centro de pesquisa clínica da Universidade Sechenov, à agência de notícias russa TASS.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.