BUSCAR
BUSCAR
Declaração
Decotelli alega que racismo influenciou seu desgaste no governo
Quase-ministro também criticou a FGV, que negou que ele tivesse sido professor “de qualquer das escolas da fundação”
O Antagonista
02/07/2020 | 07:42

Carlos Alberto Decotelli, o ministro da Educação que foi sem nunca ter sido, afirmou em entrevista ao UOL que o racismo influenciou em seu processo de desgaste no governo Jair Bolsonaro.

“Há muitos brancos com imperfeições em currículo trabalhando sem incomodar ninguém”, afirmou Decotelli, em referência às informações falsas que constavam de versões anteriores do seu currículo –ele também foi acusado de plágio.

O quase-ministro também criticou a FGV, que negou que ele tivesse sido professor “de qualquer das escolas da fundação” –Decotelli foi professor colaborador e participou de um seminário da FGV dois dias antes de ser nomeado para o MEC.

Para ele, a FGV atuou por “interesses obscuros, não declarados, na intenção de apoiar outro ministro a ser indicado”.

“[Me sinto] destruído e massacrado na minha integridade como professor. Mesmo assim, após o ocorrido, lecionei ontem à noite utilizando a plataforma Zoom, em respeito aos alunos, que não têm culpa da fraude da FGV”, acrescentou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.