BUSCAR
BUSCAR
Sondagem
Bolsonaro tenta aval do STF para nomear amigo do filho como diretor-geral da PF
Medida é uma tentativa do Planalto se antecipar a eventuais ações judiciais que podem barrar o ato
Folha de S. Paulo
27/04/2020 | 08:20

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) pediu a auxiliares consultas informais a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. A medida é uma tentativa do Planalto se antecipar a eventuais ações judiciais que podem barrar o ato. 

Ramagem é próximo da família Bolsonaro e amigo do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). O filho do presidente é investigado pela PF e é apontado como um dos articuladores de um esquema criminoso para espalhar fake news. Bolsonaro quer Ramagem à frente da corporação que apura a conduta do próprio filho. O candidato ao cargo da PF é atual diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e foi chefe da segurança de Bolsonaro em 2018, então candidato à Presidência da República, quando se aproximou de Carlos.

Questionado sobre a amizade de Carlos e Ramagem, nas redes sociais, Bolsonaro rebateu.  “E daí? Antes de conhecer meus filhos eu conheci o Ramagem. Por isso, deve ser vetado? Devo escolher alguém amigo de quem?”, escreveu o presidente.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.