domingo,
Insatisfação
Emídio Jr. avalia gestão parlamentar em Macaíba e discute Região Metropolitana
Vereador do PR faz críticas à gestão de Gelson Lima na Câmara Municipal e traça problemas enfrentados pelo município e cidades que compõem a Grande Natal; ele defende interligação
Divulgação
Vereador Emídio Júnior (PR), de Macaíba

O vereador Emídio Jr. (PR), da bancada de oposição da Câmara Municipal de Macaíba, acredita que o presidente da Casa, Gelson Lima (PSB), poderia melhorar sua gestão. De acordo com o parlamentar, Gelson “deixa um pouco a desejar” em questões como a tramitação e votação de projetos de lei. Emídio declarou, em entrevista à reportagem do Agora Jornal, que há meses apresentou uma iniciativa para apreciação de seus colegas vereadores que trata da implementação de uma “lei da ficha limpa municipal”, sem obter os resultados que esperava. O vereador não se mostrou contente com a “morosidade” com que seu projeto vem sendo tocado dentro da Casa dos Vereadores.

“O presidente deixa um pouco desejar, poderia ser melhor. Em muitos tópicos ele acerta. Em comparação à gestão passada, ele melhorou um pouco, mas partimos da premissa de que temos que entrar em qualquer luta que venha favorecer a população. Há, por exemplo, um projeto de lei meu que tramita na Câmara há alguns meses, mas que, infelizmente ainda espera seu desfecho. Quanto a isso, percebo que há uma morosidade na apreciação e no voto”, disse, explicando sua ideia. “A iniciativa versa sobre a lei da ficha limpa municipal – um dispositivo aos moldes da lei federal que regulamenta as contratações de cargos comissionados. Se alguém for condenado em segunda instância, não poderá assumir cargo público”.

Além da demora na apreciação de projetos, Emídio também destacou a falta de transparência da Câmara Municipal para com a população, seja através de seu presidente ou do seu portal virtual, que, segundo ele, não possui informações suficientes.

“A população tem reclamado da informatização; de ter uma transparência melhor nos atos do Legislativo e projetos de lei que tramitam na casa. Seria interessante a antecipação da pauta para que o povo soubesse o que seria votado na sessão seguinte. Além disso, o portal de transparência também carece de melhorias; o pessoal fica se perguntando quantos funcionários a Câmara tem e não acha – o macaibense tem sentido falta disso”, observou.

Vereador defende integração metropolitana por meio de trem
Preocupado não apenas com Macaíba, mas também com toda a Grande Natal, o vereador Emídio buscou avaliar quais são as maiores dificuldades enfrentadas pela população da região. Para ele, a falta de transporte é um fator crítico, principalmente para quem trabalha fora de sua cidade de origem. A solução neste caso, de acordo com o parlamentar, seria a implementação de um sistema ferroviário que integrasse todas as cidades da Região Metropolitana da capital.

“Observamos que as passagens são caras. Uma alternativa seria o transporte sobre trilhos; um trem que pudesse integrar toda a região talvez fosse uma saída para diminuir o fluxo e custo dos tíquetes, colaborando com a movimentação dos funcionários públicos que moram em Macaíba e partem para Parnamirim ou São Gonçalo. Hoje uma passagem de trem custa centavos, mas de Macaíba para Natal custa R$ 4,20. O patrão natalense vai pensar duas vezes antes de contratar alguém de Macaíba, porque vai verificar que os custos são altos em relação à locomoção”, analisou o vereador.

Municipalmente, o transporte também tem apresentado desafios para a população. Emídio contou que, juntamente aos colegas vereadores, espera uma posição do secretário de Educação na questão do transporte escolar para alunos universitários. Ele esclarece que vários municípios da Grande Natal e do interior são forçados a levar seus estudantes para a capital, porque as passagens são caras e isso dificulta que os alunos possam buscar curso superior, técnico ou profissionalizante, por não disporem de condições financeiras para comprar as passagens.

De todos os pontos frágeis em Macaíba, é o desemprego que mais preocupa o vereador Emídio Jr. Como quinto maior município do Rio Grande do Norte, Macaíba é uma das cidades favorecidas pela indústria. Isto, porém, não garante a manutenção de empregos. O parlamentar pede instalação de indústrias em um novo polo industrial para driblar as dificuldades trazidas pela crise econômica que assola todo o Brasil.

“O município deixa a desejar – e podia ser pior se não fosse o centro industrial – na questão do desemprego. Há os polos que ficam entre Macaíba e Parnamirim e que geram empregos, só que Macaíba, hoje com mais de 80 mil habitantes, soma muita gente desempregada. A geração de emprego e renda, além de uma qualificação boa para nosso cidadão, seriam de fundamental importância para que a prefeitura pudesse implementar ações, através de suas secretarias, buscando recursos profissionalizantes e um incentivo na instalação de indústrias com um novo polo industrial, que, por enquanto, está apenas no papel”, finalizou o vereador.